Archive for 30/01/2020

O amor não se costura, se borda

Ninguém consegue fechar uma definição para o amor. Adão e Eva deviam ter amplas discussões, Freud se atormentava com os complexos cotidianos, Nietzsche vivia especulando, Édipo simbolizou histórias de perplexidades. Não há registro de silêncios. Leia Mia Couto, Gabriel, Rousseau, Camus, Paul Auster. Quem se omite? Quem se conecta? Quem se agonia? Talvez, haja mais […]

Read the rest of this entry »