Archive for 15/03/2020

Fatalidades tardias

não imagine uma história que pareça única nem sonhe um amor desfeito no bar central. conte as palavras riscando as pedras azuis dos monumentos vazios e abandonados . fuja como quem ri de uma hiena vadia. sinta que o corpo pede uma abraço de lágrimas distraídas e não quer ser tomado pelo vírus assassino. escreva […]

Read the rest of this entry »