Cartografia: sentimentos soltos

http://queconceito.com.br/wp-content/uploads/Cartografia.jpg

Existem tristezas que correm o mundo,

numa busca de esconderijos perfeitos.

Nada pode se revelar quando os conflitos

guardam vinganças passadas e desesperos sem cores.

Cada passo é a aproximação de um abismo sombrio,

nomeando a  solidão da divindade esquecida.

O desenho das imagens perdidas lembram desaventuras,

moradias de espaços opressores e vazios.

A cartografia do sentimento é o espelho que dita a sorte,

 num infinito nunca pensado que segura pecados inventados.

Nos becos dos infortúnios sem saídas morrem desejos e

 enigmas fecham as portas para enganar os ruídos.

Há memórias que escapam rápido armando histórias soltas,

a timidez do sagrado provoca a ousadia do profano.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>