Archive for the ‘sem categoria’ Category

Os resultados do Brasileirão: profecias sem juízo final

  A torcida do Fluminense vive empolgada com a trajetória do seu time. O comando de Muricy está surtindo efeito. O time organiza-se, com poucas vacilações. Está na liderança. Seu treinador mudou a forma de encarar as estratégias. Não só cruzamento para área, mas também articulações nos passes e ataques rápidos. Ontem, empatou com o São Paulo. […]

Read the rest of this entry »

O Brasileirão e a festa do gol: a animação de sempre

O gol salva, encanta, aquece. Como disse, Paulo Mendes Campos,  o gol é necessário. Quando uma partida se arrasta e surge um gol, quebra-se a monotonia. A torcida até esquece suas lamúrias. O gol bem trabalhado faz a festa e provoca comentários gerais, sem distinção de cores. Ele tem sua estética e faz do futebol também uma […]

Read the rest of this entry »

Barcelona abraça Ronaldinho: o afeto não se esconde

O futebol não é disputa seca, onde a competição domina, amplamente,  e se faz soberana. Na  sua trama, há espaço para  afetos e contemplações. As violências, as misérias, as guerras  estão no mundo, mas não resumem as possibilidades humanas. A capacidade de inventar corre e desafia. A vibração do encanto não está, sempre, adormecida. Como os belos […]

Read the rest of this entry »

O futebol e a globalização: o voo da massificação e das novidades

Já se foram os tempos de colecionar imagens de partidas registradas nos jornais. Os recursos são outros. A tecnologia produz suas diretrizes. O computador oferece alternativas surpreendentes. A renovação não tem parada, só se houver uma catástrofe universal. A sociedade demanda mercadorias, quer testar seu poder de comprar e divertir-se. A globalização é inegável.Ela traz toda uma […]

Read the rest of this entry »

A Estrela Solitária: as travessias do tempo e da bola

Ruy Castro escreveu biografias memoráveis. Ganhou projeção por tecer, com  maestria, tramas e dramas cotidianos. Uma delas fez um sucesso imenso e, ao mesmo tempo, agitou  polêmicas e censuras.Estrela Solitária: um brasileiro chamado Garrincha trouxe divergências e conflitos. A família do jogador foi contra a publicação. Sentiu-se abalada na sua auto-estima. Ruy sofreu ataques. Tornou-se, para […]

Read the rest of this entry »

Santa, Sport, Náutico: quais são os caminhos?

Não falta futebol. Não poderia ser diferente. O assunto é de uma diversidade imensa. É uma pena que  restem  preconceitos. Há pessoas que fazem profissão de fé contra o futebol. Espero que mudem. Não vou receitar penitências, nem orações. Mas um bom jogo, com disputas articuladas, desmonta os contestadores. E como andamos nos campeonatos? A cobra […]

Read the rest of this entry »

Os fantasmas das derrotas assustam as torcidas

No futebol, nada como uma vitória sossegada. Se possível com muitos gols e a vibração constante da torcida. Quando se joga bem é uma maravilha. A autoestima cresce, a bola rola com facilidade, o otimismo firma-se. A derrota não causa, algumas vezes, muito impacto. Depende da situação.Mas perder, quase sempre, nos tira o ânimo.   O empate é […]

Read the rest of this entry »

O futebol de cada dia, na cadência da vida, da fantasia, da violência

Cada cultura possui suas singularidades. É bom que existam diferenças. Melhor ainda que o respeito seja parceiro das ações humanas. Formular hierarquias e desigualdades gera tensões. O Rio de Janeiro vive desmantelos constantes de violências terríveis. Parece um espetáculo, um filme, um viodeogame,  mas estão todos pertos da ameaça da morte. As análises sobre esses […]

Read the rest of this entry »

Quem disse que não gosto do Brasil e do Santos?

Há novelas que se prolongam. Duram meses, eternidades, cercadas de comentários dos mais diversos. A televisão, com suas novelas, estimula sensações, questiona hábitos, desfaz casamentos,  adivinha  futuros. Muitos transferem seus dramas pessoais para as telas,  com seus atores e atrizes famosos. Existem momentos, da chamada vida real, que lembram as histórias badaladas das ficções. No seu noticiário, […]

Read the rest of this entry »

O professor da bola : instabilidades e glórias

Antes se chamava treinador. Há os que gostam da palavra técnico. As coisas já não são as mesmas. Os vocabulários acompanham a agitação das novidades e celebram o descartável. Não seria diferente nas atividades do futebol. O treinador mudou de referência. Ele, agora, é professor, com méritos. Os jogadores firmaram esse termo e se sentem […]

Read the rest of this entry »