Archive for the ‘sem categoria’ Category

O futebol na semana das orações e da maçã verde

     A eleição foca os debates, mas o futebol não perde sua vez. O Brasileirão, série A, segue sua trajetória. As partidas ficam mais decisivas e todo cuidado é pouco. Alguns apreensivos, com o perigo de segurar a laterna, e outros organizados para não deixar o título fugir. Os jogadores parecem mais envolvidos, sabem o quanto […]

Read the rest of this entry »

A saudade embala o tempo, a vida, a memória

Há pessoas que ficam. Criam seus pactos com a eternidade, de forma diferente, mas com uma força afetiva marcante. Outras desaparecem e morrem, sepultando lembranças e passados. Não basta formular pensamentos, divulgar invenções, organizar rebeldias. Os traços de cada um vão desenhando figuras que acompanham a vida. A memória acede o coração e nos move […]

Read the rest of this entry »

O perfume, o charme, a travessura, o jogo da vida

O perfume da vida não tem apenas lugar no corpo. Ele se espalha, nas esquinas e  na contramão da avenida principal. Não acredita ? Acampanhe essa história. Na programação dos filmes da semana, anúncios de muitos mistérios. Fui assistir Igor e Coco Chanel, mas fiquei de olho no sorriso de Julia Roberts. Ele deslumbra as estrelas do firmamento, […]

Read the rest of this entry »

Os ídolos e o passado envolvem o tempo e as paixões

Os  ruídos compõem a sinfonia da história. A dissonância não é inimiga da cultura, como também os silêncios e as carícias das brisas. Pensar na harmonia não é uma loucura. Ela é, porém, presença rara na sociedade contemporânea. Na pressa da convivência, as soluções clamam por urgência, nem sempre, por bom senso. Temos que criar […]

Read the rest of this entry »

O pragmatismo fere a ética e elege o resultado

A hegemonia do capitalismo não é apenas econômica. Ela traz comportamentos e projetos culturais que se firmam. Como não existe capitalismo sem exploração, fica até inconcebível certas generosidades anunciadas pelos seus governos. Não se pode negar a força da tecnologia: muitas novidades na produção do conhecimento, agilidades incríveis nos meio de comunicação. Tudo tem um […]

Read the rest of this entry »

As expectativas no mundo das ansiedades diárias

     Continuam as especulações políticas. As incertezas deixam os candidatos  receosos. A política tem muito do jogo, da negociação, da paciência. O melhor é que prevaleça o poder de persuasão. Resolver pela violência é a falência da democracia. Cada programa político tem suas soluções, mas também suas lacunas. Por isso, escutar é uma grande arte. Ir […]

Read the rest of this entry »

Final de semana de resultados, cores e torcidas

Eleição direta, para presidente, faz a cidadania exultar. Quem se lembra dos tempos da ditadura militar, sabe o quanto era triste sem as campanhas políticas. A opressão era terrível. Quem não viveu, às vezes, subestima. É claro que existem as impaciências e as propagandas vazias.  O pior é restringir a liberdade, aprofundar a censura e […]

Read the rest of this entry »

O Flamengo e seus dramas:paixões, discórdias, Zico

Surgem as discórdias. Onde?  No Flamengo, território especializado na fabricação de fofocas. Ele passa por fases de exaltações, acompanhadas por sua torcida apaixonada. Depois, acontecem crises, conflitos entre os grupos, falta de dinheiro e atritos inesperados. Outra situação difícil se concretiza. Zico se afasta do clube, magoado e e as reações são confusas. Não é novidade […]

Read the rest of this entry »

A cidadania pede passagem no jogo das eleições

Domingo é dia de eleições. O famoso jogo das urnas que incomoda muita gente. Algumas certezas, dúvidas imensas cercam os ambientes de votação. Infelizmente, a cidadania não é vivida, no cotidiano, com força e decisão. As campanhas eleitorais ganham importância magistral, porque a política se esquece de cuidar dos seus deveres fundamentais. Criam-se as expectativas […]

Read the rest of this entry »

O mercado e o jogo: as trocas festejam urgências

O mercado é uma instituição social fundante. Adão e Eva já faziam negociações para garantir a unidade do paraíso. De nada adiantaram, pois o fascínio da maçã foi mais forte e o discurso da serpente barrou todas as argumentações. Então, vem o pecado original e as condenações eternas. Muita culpa, desconcertos e regras para segurar os […]

Read the rest of this entry »