Archive for the ‘sem categoria’ Category

O futebol lembra a vida e suas sutis artimanhas

Engana-se quem ver o mundo como uma composição de fragmentos distantes. Tudo se toca, mesmo que não sejam visíveis as semelhanças. Existem muitas informações circulando. O descartável assume  um lugar inquestionável na produção dos objetos. Mas a humanidade persiste, com seus sentimentos e ambições, fundando suas histórias e construindo suas narrativas. Todas as invenções da […]

Read the rest of this entry »

Os trapézios da repetição: o tricolor no frio da incerteza

Há cenas inesquecíveis. Uma delas presenciei, nas muitas vezes, que fui ao circo. Sempre com a emoção movendo-se, surpresa e cativa. Falo da cena dos trapezistas, com seus encontros no ar, depois de acrobacias magistrais. Tudo vivido por um fio, mas de uma beleza indescritível. Mesmo nos circos, mais modestos, a dança dos artistas deixava os olhos […]

Read the rest of this entry »

Os resultados e as emoções: a bola confunde e alivia

O futebol movimenta-se, como uma roda de um carro de fórmula 1. Muita velocidade para sincronizar tantos acontecimentos. O que mais atrai são os resultados dos campeonatos. A continuidade das vitórias deixa satisfação nas torcidas. Os mais otimistas já visualizam o título e consagram ídolos. Tudo pode ser, porém, desfeito, em semanas. Essa é uma das […]

Read the rest of this entry »

O dia santo: o domingo, Charles Chaplin e o futebol

Charles Chaplin é o cinema ou o cinema é Charles Chaplin? Mera negociação entre as palavras ou argumentos soltos e provocativos? Chaplin tem o perfume das almas eternas. Nunca vai deixar de encantar. Toda nostalgia, em seu nome, deve ser exercida, sem medo de cometer pecados capitais. Os sentimentos encontram , nos seus personagens, todas […]

Read the rest of this entry »

A cidade e o futebol: os espaços redesenham-se

Ir para rua não causava tantos traumas. Era o lugar da brincadeira, o espaço das aventuras da infância. Havia boatos provocadores de inseguranças. Mas passavam. O perigo sempre rondou os centros urbanos, desde as suas fundações. A sociedade convive, com instabilidades, nas suas mais diversas épocas. Engana-se quem pensa que a história passa sem sustos. Os ditos […]

Read the rest of this entry »

Os artilheiros de ontem: a fama e o esquecimento

No futebol brasileiro, é difícil selecionar quem foram os melhores atacantes. Há uma galeria de grandes artilheiros, sobretudo, na época, em que o jogo visava o ataque. O gol é a festa. Quem gosta de fazê-lo, se veste de astúcia e atenção. Sabe o valor da força da torcida comemorando. Escrevo, aqui, algumas coisas das lembranças.  Não vou falar […]

Read the rest of this entry »

O Timbu inquieta os Aflitos e o Leão ruge na Ilha

O futebol não deixa tempo para muitas lamúrias. Acelera o ritmo da vida, em competições que atraem as atenções da galera. Jogos se sucedem. A resistência  emocional é um desafio para os fanáticos. Ele possui semelhanças com a política e a religião. É quase uma crença. Suas discussões acaloradas são constantes. As torcidas entram em diputas, cegamente […]

Read the rest of this entry »

O jogo e a arte: estratégias e invenções da vida

Marcel Duchamp tinha ironia e sensibilidade extraordinárias. Não se escondeu dos desafios do seu tempo. Era companheiro das ousadias da arte. Aconchegava-se, nas vanguardas, e fazia crítica à mediocridade. Seguia a trilha de artistas que encantaram e encantam o mundo como Picasso, Dali, Klee, Magritte, Kafka, Debussy e tantos outros. Eles sentiram que a cultura mudava […]

Read the rest of this entry »

A cobra coral fuma e a multidão tricolor se assanha

Mover-se é um dos mandamentos da vida. Ficar estático, esperando que o tempo passe, traz preguiça e desmantelos. A torcida do Santa Cruz gosta do movimento e do desafio. Seu time não consegue tranquilizá-la. É de uma inconstância fora do comum. Está na série D, busca contratações desconhecidas, cria suspenses, mas nada que modifique a […]

Read the rest of this entry »

Há muito futebol no meio do caminho

As agitações estão em toda parte. Azares e sortes povoam o planeta terra. As notícias globalizam-se. Quando causam perplexidades, são repetidas de forma incessante. Na crista da onda, a campanha eleitoral desfila com ornamentos e tatuagens. Profecias de pesquisas, pós-modernas, assinalam o favoritismo de Dilma. Os escândalos recebem atenção. O caso da Receita Federal traz transtornos. Há […]

Read the rest of this entry »