Não se esconda da história

Existe quem programe as andanças da história. Sente-se dono das curvas . Prefiro verificar o acaso. Talvez, os planejamentos sejam uma forma de buscar certeza ou uma forma de se ligar nas manipulações do capitalismo. Tente soltar a imaginação. Uma leitura das tragédias gregas ajuda a sensibilidade e compreensão da incompletude humana. Os mitos ensinam, possuem magias que desenham os malabarismos da história, imaginam possibilidades de superação das fragilidades.

Não é sem razão que a memória viaja. Há quem se engane e desfigure a memória numa simplificação equivocada. Não se precipite. A memória é seletiva.É impossível guardar todas as lembranças ou preparar cada passo do cotidiano. A memória joga e flutua entre aquilo que foi vivido e os esquecimentos criados para apagar as amarguras. Portanto, estique os momentos, meça as diferenças e não abandone as nostalgias. Os maniqueísmos ainda balançam as crenças e as políticas.

Se os genocídios se repetem é importante visualizar as intrigas e as violências propositais. Há brigas religiosas que afirmam guerras brutais. E as questões intelectuais? O que Castoriadis pensava sobre Marx? Quem cultua um só autor restringe o desejo e se torna servo das mentiras. Não se assuste com as dissonâncias, nem siga a linha perfeita, a multiplicidade traz encantos e feitiçarias. Já escutou Piazzolla ou curtiu a bossa nova de João Gilberto? E as sinfonias de Wagner? A música nos toca como a história, acena para a invenção. Conhece Nietzsche e suas conversas sobre a morte de deus? Não menospreze os enigmas e descanse suas desculpas genéricas.

Sacuda-se na história com o sangue da solidariedade. Não acredite em fabricações de negócios que reforçam preconceitos. A desigualdade está presente até nas epidemias.O capitalismo não sobrevive se não houver exploração e provocar suas farsas. Quem se esconde deixa a história passar cultivando os privilégios. O sujeito histórico é aquele que se revolta diante das acrobacias que fecham a liberdade e censuram a crítica. Cuide das suas andanças e não se suje com mitos falsificados.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>