O jogo e a fluidez

 

http://www.ojogos.tv/img/fotos/jogo%20da%20velha%20tradicional%203.jpg

O jogo sintetiza a vida, anuncia a possibilidade do engano,

refaz as astúcias e os territórios do eu.

Quem brinca com os seus significados, desmonta regras,

inventa ruínas, arquiteta labirintos.

Cada um formula seu tempo, mas se esconde também no tempo do outro.

Não existe início, nem julgamento sem condenações ou perdões.

O silêncio do jogo fala, desenha uma história invisível,

traz um mapa animado por abismos e o perfume das paixões indefinidas.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

3 Comments »

 
  • Nogueira Netto disse:

    Vida é jogo que alimenta
    Nossos desejos famintos
    Pode arquitetar ruínas
    Para compor labirintos
    Mostrando a face homogênea
    De sentimentos distintos

  • Vida: jogo que alimenta
    Nossos desejos famintos
    Pode arquitetar ruínas
    Para compor labirintos
    Mostrando a face homogênea
    De sentimentos distintos

  • Nogueira
    O jogo poético.Grato.
    abs
    antonio

 

Deixe uma resposta

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>