Os jogos na geometria da vida

http://4.bp.blogspot.com/-pHFksuQMkpA/Th9ibWf3cUI/AAAAAAAAAcI/xP2kloudv10/s1600/1227559500950_f.jpg

            A linha reta não é a garantia do jogo inventor do destino.

           Falta a curva para o sentimento se espreguiçar.

           Cada método desfaz coleções e traz os espelhos do acaso.

           Não se largue na geometria de Descartes, nem no tédio de  Baudelaire.

          Sinta no perfume do  toque mais sutil  a insensatez do tempo.

          Vire-se para o azul e mantenha seu pacto com Picasso.

           A vida se estende para quem ousa e se mede com os olhos,

           descuidadamente.

 

 

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>