Posts Tagged ‘afeto’

As máquinas invertem poderes e sentimentos

O texto é uma confissão. Por mais que esconda sentimentos, ele termina firmando resgistros íntimos. Cabe ao leitor usar da intuição. As ficções pertencem a todos. Cada coisa, que carrego, possui singularidades e entrelaçamentos. O texto escorrega, faz suas curvas, flui na rapidez da digitação. Não se engane com a preciosidade das máquinas. Na pressa, […]






Share Read the rest of this entry »

Brincadeiras de vida/morte no descuido do outro

                     Viver é multplicar-se. A identidade de cada um não está parada. Ela se espelha nos outros, mas se firma nos seus atos de autonomia. A queda  constante das certezas e o aumento do consumo dos descartáveis influenciam nas descobertas da vida. Portanto, a identidade se movimenta, jamais adormece na monotonia de um único […]






Share Read the rest of this entry »

Barcelona abraça Ronaldinho: o afeto não se esconde

O futebol não é disputa seca, onde a competição domina, amplamente,  e se faz soberana. Na  sua trama, há espaço para  afetos e contemplações. As violências, as misérias, as guerras  estão no mundo, mas não resumem as possibilidades humanas. A capacidade de inventar corre e desafia. A vibração do encanto não está, sempre, adormecida. Como os belos […]






Share Read the rest of this entry »