Posts Tagged ‘arcanjos’

O mundo do bordado e da astúcia

o mundo bordado desdenha as cores que conhece e desfigura, olha os corpos de formas impróprias como se criasse força com o espanto. o esquisito mundo não se amplia no sossego fugidio dos loucos, pede ao amanhã que despreze a dúvida e o desconforto. o arcanjo perdido  fecha a porta do oceano sem mantos e […]

Read the rest of this entry »

Desleixo fugidio e arcanjos vadios

                                               Não corte a vida em pedaços que você não conhece.       O sabonete tem o mesmo cheiro e a água fria faz o corpo acordar para o           mundo.        O dia não esconde, sem esforço, o sol que se espalha atrapalhando as        sombras.         A  preguiça ficou estendida na […]

Read the rest of this entry »

Sherezade e as travessias dos arcanjos encantados

O deuses podem não existir. Há quem não suporte divagar. Cada um elege suas crenças e assume seus desejos de eternidade. Sabemos que a morte está, aí, juntinha de todos. Suas formas de acontecer são múltiplas, não dispensam nem a crueldade. A vida não tem prazo definido. A sociedade produz armas e armadilhas, inventa doenças, ganha […]

Read the rest of this entry »

Fellini, travessuras, saudades, imagens, efêmero

                           Contemplar, quando se tem pressa, é uma impossibilidade. Não dá nem para sentir saudade. Os toques constantes dos celulares compõem uma sinfonia atípica. Será que existe ainda o tão portentoso reino humano? Resposta difícil, diante das tantas máquinas que ocupam espaços com volúpia. Mas a paciência é um exercício fundamental. Num cosmos, tão mecânico, […]

Read the rest of this entry »