Posts Tagged ‘armadilhas’

O cais sempre flutuante dos sentimentos

  Quem sobrevive admitindo certezas pode escorregar na próxima esquina. É preciso fazer a leitura da vida, com cuidado, e observar a força do inesperado. Não é a toa que verdades se balançam e agonias perturbam silêncios aparentemente congelados. Há um medo que o acaso tome conta da ações e os sustos se sucedam desencantando […]

Read the rest of this entry »

Desmoronamentos de astúcias programadas

    A sociedade gosta de ídolos. Quem não quer a salvação? Quando se encontra frágil busca mitos representativos das angústias. Há momento de adoração, de biografia encantadoras ,de sorrisos gratuitos.Moro apareceu como um soldado da moral. Tinha leis poderosas. Prometia inibir um figura que, para muitos, continua perigosa. Fez sua missão com aplausos. Colocou […]

Read the rest of this entry »

O sonho está na rua

Fechar a porta pode ter vários significados. Quem quer ir embora procura outra moradia e aventura se despedir da melancolia. Mas há alternativas diferentes. O sonho está na rua e não conheço seus esconderijos. Ele não é tão visível. As esquinas são perigosas, pois revelam que há dobras e encruzilhadas. O sonho foge, lança perfumes, […]

Read the rest of this entry »

Medos, tensões, culpas, mercadorias

  O assunto é antigo, mas não deixa de se ampliar. Nem parece que existiram vários movimentos contra as desigualdades, nem tampouco que o afeto se constitui como fundamento da sociabilidade. Hesito, muitas vezes, a escrever, de novo, sobre a violência. O cerco é grande e as tendências a banalização não se vão. A violência […]

Read the rest of this entry »

O refazer da política, o fluir do desejo

                  Fail Shell, LulzSec, Anonymous são nomes estranhos, porém com eficácia nas travessuras da internet. Fazem ataques aos sites dos governos e das multinacionais, provocando transtornos e revelando sigilos. Surpreendem. Seguem estratégias inteligentes, colocam poderosos na defensiva e agem acompanhando as trilhas da globalização. Causam suspenses. Deixam esquemas de corrupção tensos e ameaçam, sempre, os […]

Read the rest of this entry »