Posts Tagged ‘calendários’

O tempo não desiste

Não faça uma mapa com um território desigual. Busque uma geometria que tenha os traços dos olhos, dos amores que andaram apaixonados pela esquinas escuras. Conte história, minta, subverta, rebele a lágrima que está escondida. Os calendários congelados desconhecem o tempo, são máscaras. Há minutos que são dias, há rostos que são espelhos  e há […]

Read the rest of this entry »

O fim de ano e os afetos vadios

A sociedade vive suas festas e suas tradições com proximidades profundas com o consumo. É nebuloso observar as celebrações e seus conteúdos afetivos. Muitas comemorações enchem os bares e as casas de festas. O delírio  toma conta do cotidiano. Tudo medido pelas ofertas que se mostram nas vitrines. Parece que esqueceram que navegar é preciso. […]

Read the rest of this entry »

Celebrações datadas, afetos restritos

  Amanhã é o dia dos pais, segundo anunciam as propagandas e as lojas comerciais. Aliás, existem vários calendários. Eles organizam o cotidiano. Possuem funções burocráticas, mas também inventam afazeres e celebrações. Nas grandes revoluções, os calendários passavam por mudanças. Havia a inauguração de uma nova vida, o desejo de destruir tradições, apostar em transgressões. Nem sempre, […]

Read the rest of this entry »