Posts Tagged ‘carnaval’

O carnaval: as andanças embriagadas da vida

Os ruídos não se ausentam. O carnaval passa, mas os ouvidos escutam ressonâncias e esperam. A festa do desejo é incansável. Deixa saudades, porque há sinais de que o mundo vai ganhar outro ritmo. O tempo redefine os trabalhos e aumenta os problemas. O carnaval anunciou, para muito, um paraíso. Há uma febre contagiante e […]






Share Read the rest of this entry »

De quem é a festa? De quem é a máscara?

O carnaval está no ponto. Muita animação que se amplia na mídia. Parece que  haverá uma mudança radical. Mas o carnaval possui máscaras, esconderijos fantásticos. Fica uma ressaca imensa. A alegria se apressa ou a cachaça se vai. Dizem que tudo é permitido. Pura ilusão. Há repressões e limites, embora as portas abertas ajudem a […]






Share Read the rest of this entry »

O mundo segue suas aventuras históricas

Tudo acontece com  simultaneidade que assusta. Estamos no Carnaval, a grande festa, mas o mundo gira. Não é possível visualizar uniformidades por mais que a sociedade de massas se amplie e exija benefícios. A fertilidade é imensa. Se os espetáculos enchem as ruas de som, os blocos  se vestem de cores, outras notícias circulam, há os […]






Share Read the rest of this entry »

Beliscões, ordem, beijos, folia…

Sou um observador do cotidiano. Acho seus detalhes fundamentais para quem apreciar as histórias. Não só nos aspectos acadêmicos, mas nas experiências de vida, nas diferenças de hábitos. As pessoas procuram vivê-lo enganando os sufocos e procurando ânimos. Portanto, nem sempre me empolgo com os grandes acontecimentos. Desconfio das manchetes que vendem  jornais. Os tempos […]






Share Read the rest of this entry »

O Carnaval chega cedo e revira tudo

O Carnaval  tem data marcada na agenda anual. No entanto, na prática ele começa quando animação se completa para valer e o verão esquenta os corpos e os desejos. Não é festa de sossegos. Quem entra na sua folia perde-se no tempo. Ele ajuda a ver como os limites entre a transgressão e a ordem […]






Share Read the rest of this entry »

A sombra das imprecisões mundanas

A sociedade cumpre seus rituais. Alguns ganham espaços imensos. Quando se vão , deixam saudades. Como tudo acontece, de forma rápida, já se prepara a vida, para outras comemorações. A quarta-feira de cinzas anuncia a semana santa, com seus ovos de páscoa. Não mais aquela fixação nos sacrifícios. O comércio lucra, com a vontade dos […]






Share Read the rest of this entry »

A paixão correndo na velocidade do cotidiano

   Fico imaginando como o Carnaval mudou. Fui um folião de grande pique. Hoje, não consigo cumprir a maratona. Nem me arrisco. A multidão não deixa espaço, para quem, antes, se entregava ao frevo, com todo corpo. O Carnaval virou um espetáculo desmesurado. Quem adora essas mudanças são as televisões. Muita propaganda milionária e transmissões exaustivas […]






Share Read the rest of this entry »

Kadafi fica, o Galo sai, o Carnaval fervilha

Kadafi continua sua estratégia persistente. São 41 anos de poder.Exibicionista, aproveita tudo para mostrar firmeza, pelo amor a Líbia. A violência traz sua marca. Não respeita o mínimo princípio da democracia. Suas aparições públicas são seguidas de discursos extensos e nacionalistas. Seu narcismo é exemplar. Sua riqueza se encontra bem guardada em bancos poderosos. Assim, […]






Share Read the rest of this entry »

A folia desnuda os desejos e as censuras

O Carnaval tem sua marca garantida. Transforma a cidade. São semanas de muita agitação, trânsito tumultuado e vendedores em cada sinal. Tudo é possível ser comprado, pois o que importa é a alegria. A criatividade dispara. Os tímidos não se encolhem. Esquecem as censuras e aproveitam para libertar as reprimidas fantasias. A festa possui uma […]






Share Read the rest of this entry »

A festa é desafio e reinvenção do tempo

As andanças da vida não ficam, só, nos lamentos e perdas. O vaivém anima e diversifica. A mesmice tem seu lugares, mas não aguenta muito respiração. O movimento domina. Muita gente se definindo. A busca não é de uma minoria. Todos se assanham, se desacomodam. Pode ser um mergulho em águas rasas, onde o supérfluo ganhe máscaras […]






Share Read the rest of this entry »