Posts Tagged ‘complexidade’

A vida dos outros, as aventuras não vividas

Ninguém nega que o individualismo cresce e se globaliza. Todo mundo adora uma contemplação no espelho. Os cremes de beleza atraem e custam caro, mas a classe média delira com a possibilidade de tê-lo. As cerimônias de higiene são complexas. Nada como um bom perfume, daquele que seduz. Portanto, o encontro matinal está repleto de […]






Share Read the rest of this entry »

A grande ressaca: inquietações e descontroles

A maior festa do ano está passando. É o espetáculo que contagia, lava mágoas, solta violência, distrai paixões. Nem todos curtem o carnaval, mas quem pode negar sua força na distribuição de encantos e ilusões? Vive cheia de patrocínios, ajuda cristalizar popularidades, sacode a cidade. É uma celebração. Atinge sentimentos, abala frustrações, cria expectativas. Quando […]






Share Read the rest of this entry »

O mundo do lixo e do luxo

  Quem pensa nas políticas de inclusão social deve ficar atento aos malabarismos existentes na vida do capitalismo.. Elas movimentam valores éticos, cria tensões, procuram descobrir saídas e disfarçar certas violências. Trazem e estimulam controvérsias. É importante amenizar os desencontros e denunciar as desigualdades. Há muito o que se fazer na complexidade que agita o […]






Share Read the rest of this entry »

Quem se reconhece na história da solidão?

  A vida não se constrói sem uma visita constante aos sentimentos. Há quem os olhe com desconfiança. Considera que é um tema de grande fluidez que não merece divagações. É difícil observá-los. As instabilidades são muitas e o lugar do afeto é, às vezes, confuso e fugidio. Quando optamos pelas determinações fixas os sentimentos […]






Share Read the rest of this entry »

Poder, Simulação, Controle, Violência

  Conta-se que tudo surgiu com o pecado original. Houve um descuido de Adão e Eva punido pela força da divindade. Fala-se em perdão, mas parece que o perdão tem espaço restrito . Basta observar a história para registrar que o conflito está presente em todas as épocas. Não são, apenas, as grandes guerras ou […]






Share Read the rest of this entry »

As curtições e os sentimentos desfiados

  Os registros dos desenganos possuem amplo espaço na sociedade contemporânea. Mas sempre fica a pergunta: explorações, desconfortos, invejas não ameaçam a continuidade da história? Quem observa a conversas dos tempos não deveria duvidar que há travessias diversas e as ambiguidades lidam com rebeldias que prometem ânimo. Há quem curta, quem se divirta e procure […]






Share Read the rest of this entry »

E o futuro se perde nas incertezas do presente?

Passou a grande festa, com a agitação de sempre. Muita gente se guarda o ano inteiro para viver o carnaval. Parece que o mundo vai acabar com folias e improvisações. Os momentos de euforia marcam com ânimos, mas também sacode dúvidas. Tanta coisa para mudar e, ainda, sobra fôlego para celebrações! Não é novidade. A […]






Share Read the rest of this entry »

Fantasias, limites, desejos, dúvidas

Ninguém duvida da complexidade do mundo. O crescimento da população, a tecnologia no mercado capitalista, as ambições do pragmatismo, a velocidades das mudanças urbanas acontecem trazendo mais problemas do que soluções. Estamos numa sociedade que sobrevive no meio de inquietações constantes. Quem pensou que a razão e a ciência iam decifrar os mistérios se recolheu […]






Share Read the rest of this entry »

A dúvida no caminho cartesiano das histórias

A complexidade do mundo lembra que a dúvida é a nossa companheira. Não há como decifrar tantas relações e sentir-se seguro. As pedras no meio do caminho são inevitáveis. Vestir-se com o tédio e envolver-se com o cansaço existencial seria uma alternativa para fugir das incertezas? Elas também não seduzem e produzem movimentos derrubando apatias […]






Share Read the rest of this entry »

O mundo das mercadorias, dos amores, dos consumos

Quem escreve a história não pode ficar desatento ao movimento das coisas. As pessoas relacionam-se, intensamente, mesmo usando disfarces, mas estão numa sociedade onde o valor de troca é comum. Portanto, há muito confusão, os individualismos multiplicam-se, pois a concorrência não vacila. Surgem as dúvidas que não se afastam do cotidiano. Na medida, que a […]






Share Read the rest of this entry »