Posts Tagged ‘comunicação’

A aldeia global gira a solidão

    A sociedade gosta das novidades. Não aprofunda a razão da inquietação constante. Não observa a superficialidade do mundo das mercadorias. Passeia pela rua com medo da violência e se refugia na lojas para se distrair e sonhar com o consumo. O cotidiano é melancólico, porque há muitas permanência e poucas ousadias. As novidade […]

Read the rest of this entry »

Facebook, comportamentos, máquinas

  Estou no face, curtindo convivências e encontrando dimensões diferentes dos meus tempos passados. Os limites eram grandes. O telefone e a televisão faziam o costurar do cotidiano, além das conversas pessoais. Seria impossível imaginar que a sociedade ganharia outro ritmo sob o comando das máquinas imperiosas. Surgem dificuldades, exige-se rapidez e se desprezam experiências. […]

Read the rest of this entry »

O território populoso e inquieto do facebook

Na contemporaneidade, é  desafiante observar como as pessoas se comunicam diante das tantas mudanças tecnológicas. O contato mais íntimo ganha distância. As invenções modernas asseguram a construção de uma sociedade de massas. Podemos visualizar multidões em espetáculos. Não precisa de um cantinho, um violão. Os shows comportam fãs e ídolos, lembrando altares e oração. Na […]

Read the rest of this entry »

As redes sociais: ruídos das imagens e dos espelhos

Os animais sociais não deixam de instituírem suas linguagens. Nós estamos na circulação do tempo, inventamos travessias e sinais para realizá-lo. Não há razão para nos assustarmos com as mudanças ou querer uma comunicação, sempre, marcada pela manutenção dos hábitos e técnicas. Os sofistas tiveram sua época, dialogaram numa Grécia com questões políticas fundamentais para […]

Read the rest of this entry »

O facebook: as travessias virtuais e apressadas

Os louvores à tecnologia encontram-se divulgados no mundo inteiro. Há especialistas em elaborar artigos, vídeos, documentários e analisar o impacto das inúmeras invenções na vida humana. Elas invadem a convivência, praticamente criam súditos e dependentes. Os meios de comunicação abrem espaços para redefinir o cotidiano. As cartas pertencem ao passado, os celulares colocam o telefone […]

Read the rest of this entry »

Os malabarismos e as imagens nas redes sociais

Não há silêncio que resista. A sociedade pede comunicação, não joga fora os ruídos e as possibilidades de conversa. As pessoas não só gostam de falar, mas de escutar e observar os malabarismos da vida. Há máquinas que intermediam contatos, agem como se estivessem estimulando inteligências conscientes, porém as intimidades não estão mais escondidas como antes. Os […]

Read the rest of this entry »

A violência tumultua a convivência e a confiança

 Há  imagens que atiçam constrangimentos. A situação da Síria vem sendo comentada na imprensa internacional. Não cessam as acusações de violência desmedida, mas  ditador Al-Assad permanece solto na sua conveniência. China e Rússia não se mostram favoráveis às sanções anunciada pela ONU. Ninguém compreende até onde os interesses econômicos tumultuam as negociações. A política não tem casamento definido com […]

Read the rest of this entry »

As redes sociais reinventam a política

Há renovações no mundo da competição desenfreada do capitalismo financeiro. Não se trata de outra máquina refinada de exploração. O consumismo e o individualismo não anulam a vontade política. Criam impasses, enganam com suas armadilhas, vendem máscaras de luxo, mas nem todos submergem nos pântanos da ilusão. A história tem suas continuidades. Não podia ser diferente. […]

Read the rest of this entry »

A internet nos espaços privilegiados da comunicação

Os conflitos e as divergências políticas continuam acesos. Estamos na chamada era de comunicação, mas a situação não está nada pacífica. Kadafi  resiste, agonizando. A Europa continua sendo palco de violências cotidianas. A África se desconserta com sofrimentos e epidemias. Por onde caminham as alternativas de diálogo? A ciberdemocracia não poderia aproximar as culturas e […]

Read the rest of this entry »

Fronteiras abertas, emoções vizinhas e ambíguas

A expressão aldeia global sintetiza tramas da contemporaneidade. Não é recente, vem do século passado.Sempre a trago de volta, para analisar as aventuras que nos cercam. Não posso negar que acontecem fatos no Japão, na Espanha, em São Paulo, em Paris, em Teresina, todos resultados das ações humanas. O mundo é pequeno, os desejos se […]

Read the rest of this entry »