Posts Tagged ‘contemporaneidade’

Os mitos encontram-se na contemporaneidade

  A sociedade não vive sem narrativas. Elas buscam fazer uma leitura do que acontece. Há muitas leituras, muitas interpretações, muita complexidade. A história permanece dependendo da ilusão e se amarra nas aventuras do tempo. Não vamos traçar um linha reta e se deitar no berço esplêndido. Existem mais curvas do que esquinas. A cultura […]

Read the rest of this entry »

As escritas, as palavras, os significados

o espaço da palavra não mede a exatidão, nem a certeza do existir, cada sinal inventado cuida da vida que se estraga com o tempo. o desejo é sombrio quando desiste do presente e afunda-se em nostalgias permanentes. o espaço da palavra denuncia ruínas e alicia juízos finais, não é inquieta como a estrela exilada. […]

Read the rest of this entry »

Os tempos da história, as variações contemporâneas

A chegada dos europeus à América é objeto de muitas polêmicas. Ela reforça preconceito com relação aos povos que , aqui, habitavam, mas também agitou ideias milenaristas e desejos de recuperar o comportamento humano. Estamos distantes no calendário oficial disso tudo. Não costumo, apenas, ficar imobilizado pela ordem cronológica tradicional. Há um movimento de retorno […]

Read the rest of this entry »

Memórias: reencontros com os tempos da vida

Memória: o espaço em que uma coisa acontece pela segunda vez. Essa afirmação do escritor Paul Auster, no seu instigante livro A Invenção da Solidão, sempre me acompanhou. Há muitos debates, entre os historiadores, sobre os significados do passado. Desde as primeiras pesquisas, surgem as perguntas sobre o que fazer com tantas aventuras e desencontros. […]

Read the rest of this entry »

Dos amores possíveis no mundo da velocidade

                 A vida requer convivências. É preciso compartilhar. Sem isso, as sociabilidades se fragilizam, o descrédito no outro se concretiza. Dividir é o verbo da vez. Difícil é conjugá-lo, na sociedade de consumo, mas não custa tentar. Cuidado para não ser vítima de uma invasão de isolamento e ter de buscar ajuda no malabarismo do Prozac. Se […]

Read the rest of this entry »

A violência não cessa de deixar suas marcas

É impressionante como a violência não se distancia da sociedade humana. Tantos séculos de cultura, tantas reflexões, tantas trocas de saberes e o mundo continua fervendo de agressões e de falta de solidariedade. As formas de violência se renovam com uma crueldade inusitada. As invenções sofisticados não conseguem amenizar a aceleração das vaidades, nem as […]

Read the rest of this entry »

Os caminhos sinuosos e confusos da democracia

O discurso democrático tem um eco especial no mundo contemporâneo. Poucos se afastam dele, mesmo que usem disfarces e escondam manobras manipuladoras. Ninguém quer assumir autoritarismos. Procuram voltar-se para maioria. Muitas vezes, desconhecem por onde andou a cidadania na história, quais os embates mais ousados de quem rompeu com os elitismos. Os últimos acontecimentos mostram como […]

Read the rest of this entry »

A euforia cega, a quantidade perdida

As manchetes dos jornais se fizeram presentes, anunciando uma grande celebração: Pernambuco chegou a uma marca histórica, possui 2 milhões de automóveis. Parece que o desenvolvimentismo galopa com velocidade. São os resultados do consumir é viver. Muitos exultam, declaram seu orgulho. A mercadoria consolida seu lugar especial. O que vale é a cidade cheia de modelos brilhantes e  identificando-se […]

Read the rest of this entry »

As pedras e os mercados no caminho do futebol

Parece que existem instabilidades crescentes no futebol brasileiro. As notícias não têm sido animadoras. O chefe Ricardo Teixeira continua sendo acusado de muitas corrupções. A TV Globo, sua grande protetora, não se comporta como antes. Denuncia e destaca os desmantelos da CBF. Isso o deixa transtornado. Quem se sentia poderoso e inatingível, encontra-se encurralado. Boa […]

Read the rest of this entry »

A beleza é fundamental e histórica, seduz e mascara

       Vinícius de Moraes disse que a beleza é fundamental. Nada contra o poeta que nem conhecia Angelina Jolie. Saudades de seus versos e da sua disposição para exaltar o amor. Sua atuação inspirada  merece citações constantes. Muitos discordam do seu romantismo ou mesmo dos seus dramas pessoais. Faz parte das escolhas e das objetividades que […]

Read the rest of this entry »