Posts Tagged ‘coragem’

A armadura da tristeza: nada será como antes

  A vida não é uma porta aberta. Temos que fazer peripécias para conseguir enganar suas armaduras. A multiplicidade de situações exige criatividade. A cultura responde e tenta ultrapassar limites. Mas a sociedade não deixa de conviver com as frustrações. A questão não é, apenas, a finitude. O mundo é um territória que adota uma […]

Read the rest of this entry »

Quem se lembra dos Estados Unidos nos anos 1960?

Sou atento , não fico viajando nas coisas do passado de forma fantasiosa. Mas há décadas que me fascinam. Não cesso de retomá-las e sentir a sociedade pulsando. Nada está encerrado, a história não morreu e o mundo se balança. No entanto, o pessimismo é grande. Volto para os anos 1960 que tanto admiro. A […]

Read the rest of this entry »

O amor maltratado:trocas programadas

    Todos se acendem com a política e as manchetes continuam provocando intrigas. Escolheram um caminho para o mundo de forma opressiva. A sociedade de consumo se afirma, quer adeptos, engana, sufoca. O outro é também uma mercadoria. Os preços explodem como vulcão solto. Tudo se resume a um interesse. Há quem se salve, […]

Read the rest of this entry »

Galeano: as lamentações de escritos corajosos

Eduardo Galeano foi um combatente de rara lucidez Seus livros deixaram lições contra a violência e o desgoverno. Não perdeu a beleza nas suas acusações e narrativas. Queria um outro mundo, conhecia o avesso, festejava o abraço. Acabei de ler Vagamundo. Um de seus primeiros escritos publicados. Galeano mostra a amargura de uma sociedade tensa, […]

Read the rest of this entry »

O império do cinismo e da tragédia cotidiana

    O mundo se constrói nas diferenças. As hierarquias persistem, mudam de lugares. Sinais para transformações e muita complexidade  nos inquietam. As pessoas se deslocam, conseguem furar esquemas de poder. No entanto, a sociedade mantém o ritmo, reprime. Quem parecia rebelde se deixa levar pelas arrogância de quem condenava. Continuam os fingimentos, os autoritarismos. […]

Read the rest of this entry »

O mundo da solidão e do espetáculo

Não faltam cores. Há invenções constantes de formas. É difícil fazer a leitura do mundo que se moldura, velozmente, no cotidiano. Os isolamentos acontecem no meio de multidões histéricas. Grita-se, o ruído polui conversas e as pessoas andam com se estivessem participando de uma corrida. Sobra tempo para refletir ou observar as diferenças? Quando tudo […]

Read the rest of this entry »

A fama, a fome, a desigualdade, o desgoverno

Teimamos em sonhar com as utopias. Nada de extraordinário, pois alimenta uma perspectiva política que não apaga a solidariedade. Podemos até ser acusados de ingênuos. O mundo está repleto de disputas e de cinismos. Há uma loucura que faz do valor de troca o fascínio da maioria. É um assunto recorrente, mas é bom lembrar […]

Read the rest of this entry »