Posts Tagged ‘curvas’

O eu e as curvas da vida: Freud e Nietzsche

  Observo um movimento geral, globalizado, assimétrico. Procuro localizar-me, saber em que território piso, mas tenho dificuldade.  Traço referências, não adapto a novidades vazias, nem me deslumbro com as vitrines descartáveis. Um olhar no passado ajuda a conhecer os tempos. As uniformidades não existem. Há sempre debates, devaneios, desencontros.  A cultura constrói aprendizagens constantes. Resta […]

Read the rest of this entry »

As curvas do eterno(!)

Não veja no escândalo a quebra do equilíbrio ideal. A história não tem linhas definidas, nem sentido determinado. Há as curvas que não têm fim, as palavras que buscam significados. um olhar desconfiado que não entende as imagens comuns. Sinta o interminável no desejo que flui e não descansa, a vida pede perdão, mas não […]

Read the rest of this entry »