Posts Tagged ‘desencanto’

O tempo desfigurado

Vejo o tempo coberto de cinzas, sem fixar datas , nem profecias. Notícias correm registrando mortes anônimas e desesperos universais, mas o espetáculo continua, registrando escândalos e artifícios enganadores. Há um desencanto que esconde o fim do sagrado e a profanação de todas as verdades e de todas as tradições. As ordens desfeitas teimam em […]

Read the rest of this entry »

Pendure os desejos e as rebeldias na sua janela

Na aldeia global, curte-se o instantâneo. Nada de lentidão, de contar até 10. O importante é registrar com rapidez. A qualidade não é ressaltada. Vale a novidade, alterações na forma, disfarces, sofisticações. Nesse movimento, as sociabilidades reconfiguram-se, mas há uma fragilidade que não pode ser esquecida. Na Espanha, afirmaram que a democracia havia sido sequestrada. […]

Read the rest of this entry »

Dos objetos, sem testemunhas

Há um buraco na lona do circo e um palhaço atropelado pelo riso exilado. A vida permanece costurando o sublime com a nudez do desencanto esfarrapado. Não testemunho nada, nem apago as palavras que não escrevi no abismo. Firo o caminho das origens e dos estranhos atravessados nas sombras. A poesia é o fôlego do […]

Read the rest of this entry »