Posts Tagged ‘disputa’

As culturas, os pertencimentos, as modas, os vazios




A incompletude não é uma invenção vadia. Estamos longe da onipotência e os deuses descansam dos pecados que também cometeram. A sociedade roda. Os conflitos aparecem com frequência. Nunca se consagraram tantos medos e tantas inseguranças. Cada aventura significa uma ameaça sem definição. As polêmicas renascem, a memória se aquece, os preconceitos se agitam. Será […]




Share Read the rest of this entry »

Rosa Luxemburgo, política, anarquismo




  Será que estamos assumindo a barbárie ou nunca deixamos de cuidar das vinganças? Mal começou o ano, os atentados recomeçam, a violência derruba limites. Insisto que não se brinca com o desejo de intolerância. Há quem escreva procurando atiçar desencontros, culpando os outros por uma carência pessoal. Quem conhece sabe que os psicopatas não […]




Share Read the rest of this entry »

A violência, os namorados, Cunha: a berlinda da história




O constrangimento fere os desejos alegres do cotidiano. Escrever sobre os poemas que podem visitar o mundo traz leveza. A vida está muito embaralhada, todos sacudindo raivas, decepcionados com as falências dos paraísos. Não faltam enganos, vontade de ir embora, descrença generalizada. Mas há lutas, grupos resistentes, críticas renovadoras. A divisão é complexa. Desconhecemos detalhes […]




Share Read the rest of this entry »

Quem gosta de curtir as crises?




Não se pode negar que a história tem seu ritmo. As variações são imensas. Temos muitas semelhanças, mas não faltam ressentimentos. A sociabilidade é necessária. Ao afetos ajudam a animar as conversas, promover filantropias e apostar que futuro trará transformações. Os valores estão vacilantes. É difícil pensar o consenso, ninguém sabe o custos de cada […]




Share Read the rest of this entry »

A cidade: ocupe e ame ou ame e ocupe?

Estamos cercados por instituições por todos os lados. Fazem parte da construção da história. São invenções contínuas, com permanências e descontinuidades surpreendentes. Não há como viver as sociabilidades sem regras e negociações. Quem pode celebrar a falta de limites como uma conquista? As utopias conversam sobre prazeres, mas não deixam de assinalar que há o […]

Share Read the rest of this entry »

Tensões , salvacionismos, desmontes




A história não pede licença. Nós é que temos que cuidar das controvérsias e dá um jeito de amenizar os desencontros. Não há um enredo  determinado. Vamos construindo, nem sempre escolhemos as arquiteturas mais atraentes. Há momentos de muita confusão, onde os acordos não funcionam e tentam-se soluções imediatas e inseguras. As garantias são precárias, […]




Share Read the rest of this entry »

Newtown: a tragédia anunciada e a violência desmedida




O susto nos tira referências. Surpreende. Quando a dimensão coletiva toma conta dos acontecimentos os balanços do coração viajam sem rumo. Novamente, Estados Unidos, na cidade de Newtown, numa escola, com crianças, a violência não se acanhou. Deixa a perplexidade morando na aldeia global, a incerteza dominando espaços que nos acolhem. Há paz ou sossego […]




Share Read the rest of this entry »

A violência frequente e os desmantelos da convivência




É  intrigante repetir assuntos que demonstram os desgovernos da sociedade. Mas não se pode deixar a crítica, nem tampouco esvaziar as denúncias. Valem muito as informações, os registros cotidianos que não se cansam de anunciar que a violência anda solta. É preciso ter notícias, é preciso saber como agir para desmontar tanta agressividade. As informações, […]




Share Read the rest of this entry »

A crise é dona do mundo e dos seus dramas?




Crise é uma palavra presente no cotidiano.Seu uso é contínuo. Em todas as situações, quando as tensões e os desacertos acontecem, ela aparece para definir os impasses e suas profundidades. Lembra tensão, momentos de transtorno ou dificuldade de fazer escolhas. Não se localiza, apenas, nos grandes espaços da política. Ela se espalha pelas atividades humanas. Não […]




Share Read the rest of this entry »