Posts Tagged ‘Europa’

Os lugares dos poderes, as dissonâncias permanentes

A vitória dos socialistas trouxe ânimo para muitos grupos políticos europeus. O ex-presidente da França não era uma figura  simpática. Possuía sinais de arrogâncias conservadoras que desagradavam, sobretudo, pela intolerância. Tudo muda, dizem. Não vamos cair no absoluto. Entre a teoria e a prática há, sempre, abismos imensos. Os ideais socialistas criticam a exploração, trazem […]

Read the rest of this entry »

A violência, a colonização, o retorno, a migração

Ninguém esquece a violência que marcou a colonização europeia em várias regiões do mundo. Desde a famosa expansão marítima, houve interesses de dominação, mascarados com missões civilizatórias. Nada mais destrutivo. A instituição da escravidão, a quebra das culturas nativas, a ajuda da Igreja Católica, a concentração de riquezas, tudo ajudou ao crescimento posterior do capitalismo. […]

Read the rest of this entry »

As dissonâncias do capitalismo mudam de lugar

Pensar uma sociedade livre de crises é fantasia descomunal. Não esqueçam a quantidade de pessoas que habitam no planeta terra. Não seria exagero lembrar, também, a diversidade de hábitos e as armações dos desejos no mundo da cultura. Cada rua tem seus desenhos, cada grupo se choca com os planos do outros, cada vida segue […]

Read the rest of this entry »

A Europa vive turbulências agudas e constantes

As reações violentas não cansam de chamar atenção da sociedade. Elas não são restritas. Têm uma localização ampla. Não se trata, apenas, da ação de organizações criminosas interessadas em expandir o tráfico de drogas. A violência se multiplica, ganha formas, intimida. Altera comportamentos, cria medos, faz das cidades territórios de tensões. O assunto domina o noticiário.É difícil […]

Read the rest of this entry »

Os contrastes não saem do mundo e incomodam

O mundo não tem uma arquitetura perfeita. Não adianta insistir que as lacunas permanecem. Somos incompletos. Seria um grande mistério  termos o dom da onipotência. As desigualdades incomodam e a falta de solidariedade mais ainda. Temos nossos sonhos e eles são críticos, em muitos pontos. Sem a insatisfação, cairíamos numa melancolia, sem igual. Portanto, apesar […]

Read the rest of this entry »