Posts Tagged ‘Fama’

Quem se encosta nos privilégios do poder e da fama?




No mundo das comunicações velozes, as notícias circulam movidas por tecnologias das urgências. Tudo se resume ao sucesso da globalização? A coisa é mais complicada. As curiosidades são muitas. Quem não gosta de saber das novidades? Há, porém, uns escorregões que não devem ser desprezados. As transformações acontecem, mostram-se na impressa e nas redes sociais, […]




Share Read the rest of this entry »

Newtown: a tragédia anunciada e a violência desmedida




O susto nos tira referências. Surpreende. Quando a dimensão coletiva toma conta dos acontecimentos os balanços do coração viajam sem rumo. Novamente, Estados Unidos, na cidade de Newtown, numa escola, com crianças, a violência não se acanhou. Deixa a perplexidade morando na aldeia global, a incerteza dominando espaços que nos acolhem. Há paz ou sossego […]




Share Read the rest of this entry »

Lugares da vida: a fama e a massificação




A morte dos famosos provocam polêmicas. Há quem sofra, sinta proximidades, faça o luto de forma radical. Pode ser, apenas, um comportamento de idolatria, segundo alguns. No entanto, não se deve subestimar o ritmo da emoção do outros. O mundo é vasto. Compreende-se que a complexidade das relações sociais traz eixos diferentes. A medida da dor […]




Share Read the rest of this entry »

Wando: caminhos da fama e do preconceito




A morte de Wando avivou controvérsias. A imprensa ferveu. Aguinaldo Timóteo foi expulso do velório, declarações de idolatrias foram destacadas, piadas circulam com os mais estranhos dizeres. Dê uma olhada nos jornais  ou mesmo nas redes sociais e veja com a sociedade se mostra, em busca de novidades e exibições tontas. A fama nunca é uma unanimidade. […]




Share Read the rest of this entry »

O flutuar do prestígio e o feitiço suave da fama




A sociedade não vive sem cantar vitórias. Nem tudo representa êxito permanente, mas ficar frustrado é um mal para o pragmatismo que nos envolve. Há os que flutuam na fama com ares de eternidade. Brincam com o passar do tempo. Fogem de armadilhas. Desafiam profecias. Está aí Roberto Carlos. Quantos não afirmaram sua queda diante das mudanças nos […]




Share Read the rest of this entry »

Lula, o refazer da imagem e a sociedade do espetáculo




As imagens mudam as representações da vida. Elas são poderosas. Confundem, pois têm um grande poder de disfarce. Muito já se falou do simulacro, das diferenças entre a ficção e o real. Há teorias inesgotáveis. Parece que vivemos num mundo que não é nosso. Será  que há uma transcendência que nos envolve de forma invisível? […]




Share Read the rest of this entry »

Lula: as curvas da vida e a história de cada um




Quem sabe medir o tamanho do seu tempo? É uma pergunta que não chama resposta conclusiva. A vida corre ou é paciente. Com toda sapiência dos conhecimentos científicos ou das transcendências do sensível, vagamos sem um porto que ampare todas  nossas incertezas. Portanto, não há razões para se encher de culpas e sepultar o passado. Há […]




Share Read the rest of this entry »

Gisele na berlinda da propaganda e do consumo




            A beleza tem lugar privilegiado, não só no mundo do consumo. Há histórias  remotas sobre as aventuras perigosas e fascinantes do que chama atenção pelos dotes sedutores. Na sociedade atual, a propaganda esquenta mais a idolatria por certas linhas e corpos. Ela não perde de vista a dimensão estética, com a valorização da mercadoria […]




Share Read the rest of this entry »

As medidas soltas do vazio, da fama, do capitalismo




Gosto de analisar opiniões soltas, aparentemente, vazias, noticiadas para causar desconfortos ou ciúmes. Elas surgem sempre. Não provocam muitos ruídos. Focam-se em aspectos mínimos ou, às vezes, querem ressuscitar dinossauros. Significam intrigas, com data carimbada, para quem está de olho nas andanças das histórias do mundo. Recentemente, o ídolo Messi deu uma balançada no campo […]




Share Read the rest of this entry »

Amy, as memórias da fama, as fantasias dos espelhos




Não seria exagero afirmar que, na cultura, não existem mortes. Nada desaparece para sempre. Sempre sobram vestígios, permanências, exemplos. Amy Winehouse ganhou uma projeção rápida, bem dentro das circunstâncias do mundo em que vivia. Não suportou tanta expectativa. Quando circulava pelos palcos, já mostrava sinais  de fragilidade emocional. Seu talento não foi mera trama de produtores, […]




Share Read the rest of this entry »