Posts Tagged ‘farsa’

Quem se frustra na sociedade delirante?

      A velocidade da comunicação atinge quem fica imaginando que o mundo está lúcido. Há muitos jogos e buscas de sensacionalismos. É difícil verificar quem se abraça com a verdade. As palavras mudam de sentido e a balança da justiça desconhece o equilíbrio. As  redes sociais deliram com a possibilidade da esculhambação. talvez, […]

Read the rest of this entry »

As costuras e os avessos do facebook: esconderijos virtuais

A sociedade acelera sua comunicação. Fala com o mundo, sinto uma proximidade que cerca cada um. Mas nem tudo amplia o afeto. Muita tecnologia torna a proximidade duvidosa. Lembro-me das cartas. Leitura longa, cheia de interrupções com histórias tocantes. Era animador esperar, abrir o envelope, olhar as letras e ler as aventuras ou lamentos. Hoje, o […]

Read the rest of this entry »

Rebeldias e desencantos

Abro a gramática da rebeldia, vejo páginas rasgadas e verbos inativos. Ouço risos cínicos que inquietam e admitem a soberania da farsa. Não há como deixar de acreditar na contaminação, se  as palavras esvaziam significados e anunciam a tragédia. Há memórias desfiguradas, malabarismos estranho e uma perplexidade que festeja a ordem e o progresso, sem conhecer […]

Read the rest of this entry »

A farsa cotidiana da história sem rumos

Os embrulhos são abertos com rituais escandalosos. Trazem novidades ou repetem as farsas de sempre? Tudo se parece com um cenário de um teatro gigantesco cheio de atores ambiciosos e individualistas. Não dá para distinguir se é permitido ter ética ou se a farsa recorre aos domínios da hipocrisia. Delatar e denunciar, confundir e amedrontar. […]

Read the rest of this entry »

O peso do dia

O peso do dia não revela sua medida, o tempo esconde segredos e sentimentos. Não há como desfazer as diferenças que se fixam, nem afirmar o sentido que está atrás do espelho. Os deuses se acomodam em paraísos privados, estimulam a culpa e o perdão, estão perdidos. A vida passa desenhando distâncias cínicas, o corpo […]

Read the rest of this entry »

O território do Big Brother e as ambiguidades gerais

É a polêmica agitando a sociedade. Ele se desloca quando as intimidades são colocadas em questão. Vibra com a TV, mas esquece os infortúnios que marcam a desigualdade social. O BBB da Globo traz a turbulência das fantasias, o olhar curioso, conta com uma audiência que atrai bons patrocinadores. É claro que muita gente não curte as estratégias da emissora […]

Read the rest of this entry »

A democracia não se cansa de respirar

  Quem conhece a história sabe que não há paraísos. Temos o direito de inventá-los na imaginação, mas  os desconcertos são muitos. Cabem utopias e sonhos. Sem idealizações, a vida se tornaria insuportável. É preciso abrir portas, procurar chaves, subir escadas, desfazer amarguras. Não há lugar para otimismos contínuos. As quedas acontecem e surpreendem. As muletas […]

Read the rest of this entry »