Posts Tagged ‘fuga’

Não se esconda

Não acredite na história que tem ponto final, fique desconfiado do fixo e do programado. O perdão é uma fuga ou uma covardia, quando representa o cinismo dos oportunistas. Aproxime sinais, balance verdades, sinta corpos. A vida é o imediato, o que bate na porta, a roupa estendida no varal na madrugada fria, Deixe o […]

Read the rest of this entry »

O vasto mundo dos traços

Não deixe a página em branco solta na mesa como um esponja. Abandone a sua preguiça e escreva a sua ultima perda como o roteiro de um filme, sem usar máscaras, sem derramar lágrimas, sem destilar melancolias, sem medos. As histórias existem para ser contadas e celebradas, com fantasias inesperadas. apesar das incertezas que correm […]

Read the rest of this entry »

Memória e vida

O jogo da memória tem regras que não cessam de ser reinventadas. A história é o reino do inacabado, não adianta segurar o tempo. nem tampouco fixar valores com tradições eternas. As partidas acontecem, os retornos são dúvidas, a vida não adormece com a saudade, mas se multiplica. Cada andança é busca que não tem […]

Read the rest of this entry »

O mercado e a vida

                       A mercadoria se mostra na vitrine deslumbrante,              dos pecados anônimos e passageiros.               É soberana e não admite lembrança perdida.               Traça a estrada da sedução, a saída astuciosa da dor.                A vida se reparte em compras e trocas, em enganos infantis.                O tempo é esquecido na primeira esquina, no […]

Read the rest of this entry »