Posts Tagged ‘futuro’

O fogo da memória, a memória do fogo

  A cultura não desparece como um cometa. Ela se guarda na memória. Sua força é incomensurável. São tradições que se tocam, anos vividos, solidariedades, tristezas, descuidos. Somos cultura. Nosso corpo possui registros dos anos passados. Não dá para riscar o tempo da história. Seria um absurdo, um suicídio. Por aqui, os incêndios são comuns. […]

Read the rest of this entry »

Discute-se o impossível? O futuro se desfaz?

    O mundo está repleto de perguntas. Com sua complexidade monumental, buscam-se respostas para se evitar conflitos e produzir certezas. No entanto, as coisas se enchem de polêmicas. As notícias se modificam rapidamente. Até as teorias científicas sofrem abalos e o futuro se torna uma esfinge esquisita. Não há como cercar tantas variações diante […]

Read the rest of this entry »

Tenho tempo, logo existo

      Falamos do passado como algo que não tem retorno. Nem observamos que acumulamos conhecimentos e tradições. Temos parentescos imensos com os gregos, seria uma injustiça anular as lutas do escravos romanos. Não faltam lembranças. Elas formam nossa memória. repetimos, muitas vezes, o que já foi dito. A bossa nova não esquece o […]

Read the rest of this entry »

Sustos, políticas,divisões: os caminhos de Lula e Moro

  A sociedade se enfeitiça com os espetáculos. Ela não nega sua vocação para consagrar a mídia. Os boatos, as cenas, os gritos, as cores criam expectativas imensas. Tudo se inventa. A política se mistura com a religião. Há atos de fé, salvações desejadas, deuses enebriados pelas falas sedutoras. Vivemos uma semana de agitação constante. […]

Read the rest of this entry »

As travessias perigosas e egoístas

  Nunca vi tanta confusão na política. Algumas ensaiadas com ajuda da mídia e desespero de quem sonhou Temer como o santo da Republica. Não é apenas o Brasil que passa por escorregões. O capitalismo precisa urgente de reforma e busca seu caminho atropelando os desfavorecidos. Trump está no poder. Quem sabe o que vai […]

Read the rest of this entry »

Encruzilhadas: direita, esquerda, amarelo, vermelho, verde…

Há debates políticos que pareciam pertencer ao século passado. Quem apostava na divisão esquerda/ direita era, muitas vezes, ridicularizado. As medidas, agora, são outras. As conversas devem ser atualizadas ? O muro caiu, a Guerra Fria se despiu, a coca-cola está em toda parte, a China se veste com o capitalismo. De repente, os debates […]

Read the rest of this entry »

As violências: significados e especulações

As expectativas fazem parte da história, sobretudo na construção da modernidade. Elas bordaram otimismos sonhados, trouxeram movimentos inusitados, mas a sociedade continua respirando a poluição da desigualdade. Ela se estica pelo mundo globalizado. Muitos sugerem que há ineficiência dos governos e um convívio com gestões mal planejadas. As teorias são sofisticadas e dançam com o […]

Read the rest of this entry »

Sentimentos desmedidos

Pisaram com força nas flores vermelhas abandonadas e nem notaram que a travessia ensinava ternuras. Rasgaram saudades, desmontaram perdões, prenderam profecias. Andavam como soubessem aprisionar o tempo e amargurar o desejo. Pouco sabiam da memória, vestiam-se com as roupas do cinismo. Há quem festeje o sombrio compromisso com fantasmas e a irresponsabilidade que derrota as […]

Read the rest of this entry »

As palavras e as políticas : polêmicas acesas

  Os debates e as conversas mudam e não se envolvem com ritmos permanentes. Muitas coisas vão e voltam, outras são esquecidas, mas não há com deixar de lado as  conversas ou mesmo multiplicar ansiedades em cima de um futuro problemático. O mundo cheio de gente e de invenções, com meios de comunicação poderosos, agita-se […]

Read the rest of this entry »

A quem pertencem as histórias e as inquietações?

Não vejo no mundo uma trilha que leve ao sossego.  Penso num instante que traria outro ritmo para respiração. A cultura está cercada de objetos e teorias. Há um desejo, talvez inexplicável, de decifrar a nudez das nossas vidas. Queremos histórias e narrativas que possam nos acudir. A carga das dúvidas é incomensurável. Ela existe […]

Read the rest of this entry »