Posts Tagged ‘grito’

Amores e eternidades

Não diga que as portas estão fechadas. pois o amor não precisa de chaves. Não adianta escrever sobre a dor na parede. elas estão desbotadas e sujas. Cada instante resume o exílio do sentimento, desencanta a fantasia secreta do último perdão. Solte o grito  estranho dos corpos sofridos e tardios  para expulsar os demônios invasores. […]

Read the rest of this entry »

O peso do dia

O peso do dia não revela sua medida, o tempo esconde segredos e sentimentos. Não há como desfazer as diferenças que se fixam, nem afirmar o sentido que está atrás do espelho. Os deuses se acomodam em paraísos privados, estimulam a culpa e o perdão, estão perdidos. A vida passa desenhando distâncias cínicas, o corpo […]

Read the rest of this entry »

As profecias do silêncio

O silêncio é a travessia disfarçada do ruído, a profecia que se escondeu no abismo. A vida não reconta história, não revela segredos, o tempo passa para enganar a morte e engasga com o mistério. Não escreva com a tinta que foi dos anjos, nem habite a moradia dos demônios. Acredite que o universo é […]

Read the rest of this entry »