Posts Tagged ‘individualismo’

Leituras apressadas, palavras mínimas

            A complexidade acompanha a história.É difícil resumi-la. Simplesmente, tocamos em certas questões e procuramos seguir seguir adiante sem se livrar das esfinges. Vivemos lendo o mundo. As coisas, as pessoas, as relações, as palavras, os sentimentos, as imagens, tudo nos faz observar que há significados que incomodam e precisam […]

Read the rest of this entry »

Brasil: notícias cotidianas e pessimismos

Leio, nos jornais, que os políticos debatem as reformas do governo com minúcias e ressentimentos. Não faltam queixas de verbas mínimas, das ineficiências dos ministros, da dureza de Dilma, da desmontagem do Estado. O PT se encontra numa situação  limite. A carga de denúncias é grande. As divulgações flutuam de acordo com os interesses. É […]

Read the rest of this entry »

Violência, Boston, desconfianças, incertezas

Não pense que os sustos têm seus dias contados. Há sempre atos que incomodam e fazem  atiçar a superação das desconfianças. O que aconteceu em Boston nos deixa intimidados e tontos. Não significa previsões pessimistas para o resto da história. Não tenho fogo para ser adivinho. No entanto, as violências se sucedem de formas diversificadas. […]

Read the rest of this entry »

A travessia permanente e múltipla da saudade

O mundo não vive sem notícias. As dissidências, os descontroles, os acidentes são comuns. Não adianta culpar as invenções modernas, o apego desmesurado pelo consumo. Fala-se muito em paz, mas os conflitos nunca abandonam a história. Como estamos próximos, tudo nos parece tocar. A multiplicidade de fatos e ações é surpreendente. Não há limites visíveis. […]

Read the rest of this entry »

A violência e o sistema: sustos cotidianos

Seria um delírio afirmar que a violência não se fez presente em toda história. Não é apenas nos grandes centros urbanos que ela se espalha. Há cenas de agressividade e destruição até em lugares considerados mais silenciosos e harmônicos. Ela não se restringe a guerras de grupos, disputas de criminosos, emboscadas de quadrilhas. Há gestos surpreendentes que […]

Read the rest of this entry »