Posts Tagged ‘jogo’

O jogo do tempo e as acrobacias do múltiplo

Pelé tem um hábito interessante. Sempre diz que ele não é um só. Divide-se em dois. O Edson Arantes, cidadão comum, e o Pelé, o mito, o atleta do encanto. Desafiante, entender o limite de cada um. Muitos o criticam e ele usa esses argumento para se defender. Como jogador foi um gênio, improvisava e provocava […]

Read the rest of this entry »

A política é um jogo: as inquietações mal resolvidas

Tudo se toca. A originalidade é coisa pouco usual. Numa sociedade de massas, os disfarces se espalham, para vender novidades, mas o criativo e o revolucionário tornam-se frágeis. Uma loja de máscaras ambulantes se instala em cada esquina, com vitrines invisíveis. Não faltam disputas ou abraços vazios de afeto. Não vamos universalizar os desconfortos. Há […]

Read the rest of this entry »

O jogo refaz a brincadeira e atiça a astúcia

Se cada dia retomasse o outro, integralmente, o mundo se despovoaria. Temos que tocar no que passou, recorrer às lembranças. E as experiências que atravessam as circunstâncias e o movimento dos desejos ? O vaivém é comum. Mostra que as identidades são construídas. Nada de cimentá-las. Há sempre espaços para ensaiar ousadias e redesenhar antigas imagens. […]

Read the rest of this entry »

Os caminhos tensos do título e da consagração

A arrancada final ganha fôlego. As conversas crescem sobre quem merece a vitória. Parece que todo o passado se desmancha. Não se soma, porém a construção dos tempos tem ritmos . Por isso, as ruínas se mostram, rapidamente, mesmo depois das conquistas valorizadas. O caso do Flamengo é um exemplo. Hoje, o clube teme cair na desclassificação. Quem se lembra […]

Read the rest of this entry »

A pedagogia das derrotas e as curvas das dualidades

Quem pensa que há um fim para tudo, pode enganar-se. Nada nega que as aparências escondem muita coisa. Quando o mundo será transparente, como prometem religiões, políticos e intelectuais? Profecia difícil e preocupante. A sombra e a luz se complementam. Não se estranham. Mudam de lugar e de forma. No entanto, tocam nos olhares dos humanos […]

Read the rest of this entry »

A política faz o jogo, o mito distrai o tempo

O jogo é uma invenção humana de alcance universal. A variedade é imensa. Não precisa de recursos extraordinários para se fazer valer. Algumas pedras, algumas tampas de garrafa, uma bola de meia e assim todos se divertem. Além de tudo, possui um valor pedagógico indiscutível. É uma representação das artimanhas da vida, das idas e […]

Read the rest of this entry »

Os perigos e os escorregões na marca fatal do pênalti

Os esconderijos fazem parte do jogo da vida. A linguagem nos leva aos Outros. Não faltam veículos de comunicação. No entanto, a transparência do que se diz, nem é sempre possui clareza. A linguagem revela e esconde. É difícil compreender a sua complexidade. Governa impérios. Está submersa no teritório das interpretações. Formula discordâncias e afetos. […]

Read the rest of this entry »

O bem e o mal: os jogos do dualismo e das astúcias

Criam-se valores. Não há como viver sem eles. Desde os tempos primordias, citam-se virtudes e desmantelos. O difícil é o consenso. Mudam os valores, pois são históricos. Cada sociedade abraça os seus e ,dentro dela, existem grupos que se rebelam. O mar da inquietude gosta de agitar suas ondas. A população aumenta, trazendo discordâncias, escolhas diferentes […]

Read the rest of this entry »

A crise é dona do mundo e dos seus dramas?

Crise é uma palavra presente no cotidiano.Seu uso é contínuo. Em todas as situações, quando as tensões e os desacertos acontecem, ela aparece para definir os impasses e suas profundidades. Lembra tensão, momentos de transtorno ou dificuldade de fazer escolhas. Não se localiza, apenas, nos grandes espaços da política. Ela se espalha pelas atividades humanas. Não […]

Read the rest of this entry »

O voto e a bola: a dança do inesperado na vida

Falam das esfinges do passado. Lembram Édipo, sentem saudade de Prometeu. Asseguram que os segredos estão escancarados na era de tecnologia. Até a urna é eletrônica, num pais que nem resolveu seus problemas básicos de saúde e educação. A ciência é soberana. Descartes não escreveu perdendo palavras. Firmou-se no mundo da filosofia. Eternizou-se, com suas verdades. Tudo […]

Read the rest of this entry »