Posts Tagged ‘medida’

As medidas soltas

O cotidiano trama a disciplina e impõe ritmos silenciosos. Parece que a história se enche de repetições e reproduz o tardio. É difícil definir a tamanho do destino, a existência do imaginário da culpa, as fronteiras que determinam o exílio e a fuga apressada. Há tempos que se chocam, há tempos que se conciliam, há […]

Read the rest of this entry »

Medidas da vida, medidas da cultura: as incertezas

A extensão da vida não tem limite determinado. Acordamos para o mundo, mas sem saber quais os caminhos seguidos que podem trazer equilíbrios. Fica difícil descobrir o que é mesmo equilíbrio. A convivência com instabilidade não é rara, ela perdura, incomoda, refaz projeto. Inventamos gramáticas e matemáticas, porém a fantasia, talvez, seja maior do que […]

Read the rest of this entry »

Qual é a medida vaga e errante do humano?

Estique o olhar. Não se apresse. Contemple, com suavidade, a paisagem que julga desafiante. Interrogue-se. Procure construir o conceito de humano, sem abandonar a força do desejo. Não se esconda nas neutralidades ou transições. Esse é o deslocamento da vida. O movimento quebra a apatia, provoca a sede de beber a sorte do mundo.O humano não […]

Read the rest of this entry »

A saudade não se esgota na distância

Os sentimentos (des)montam. Talvez, a vida valha por esses acasos. Consumir as exatidões, mergulhar nas águas limpas e despoluídas exercem atrações. Mas quando tudo está muito acertado, algo anuncia um certo vazio. Quem adivinha o que vem no futuro mais próximo? Portanto, o excesso de controle é um artifício. Nem sempre, sentimos prazer em adotá-lo. […]

Read the rest of this entry »