Posts Tagged ‘narrativas’

As travessuras de João, as travessias do tempo

                                                                                                                                                           Há livros permanentes, estendidos no território do paraíso. Fogem às marcas do tempo. Viajam em tapetes mágicos e comungam das multiplicidades do cosmo. João Guimarães Rosa, mineiro, nasceu em 1908, quando se falava do modernismo, o cinema trilhava incertezas, a psicanálise mostrava lados da complexidade humana. Morreu, em 1967, quando os governos militares silenciavam, com […]

Read the rest of this entry »

Os vastos territórios das narrativas e da vida

             Há narrativas lineares que seguem caminhos, geometricamente, sem curvas. Alinham os fatos e formam sucessões. Não privilegiam a surpresa. Contam a vida que se define pela repetição. Elegem destinos, não se propõem a decifrar nada. Exigem passividade e pouca invenção. Não inquietam e cansam. Quem deseja aventuras e astúcias fica marginalizado. Escutar a mesmice […]

Read the rest of this entry »

As narrativas de Sherezade e o lápis de cristal

  As 1001 noites podem ser uma eternidade ou passagens efêmeras, cheias de fábulas e devaneios. O tempo não entrega a certeza. É misterioso e, às vezes, vadio. Os números não dão conta das suas singularidades. Resta especular e divertir-se com as possibilidades que as palavras nos emprestam. As narrativas de Scherezade percorrem o mundo. É […]

Read the rest of this entry »

Ninguém aposta nas certezas de um destino?

Gosto de caminhar. Não como um exercício, com hora de partida e de chegada. Dispenso relógio. Sou um observador, daquele que se prende aos detalhes. Como não dirijo automóvel, circulo por ambientes de andarilho. Presto atenção às conversas, gestos, rostos. A curiosidade é silenciosa, mas atenta e parceira de imaginação. Nada de se retringir ao instantâneo. […]

Read the rest of this entry »