Posts Tagged ‘notícia’

O fogo é do mundo?

  A perplexidade assusta cotidianamente.  Circulam coisas doloridas e perversas. O sensacionalismo corta , muitas vezes, a crítica e a solidariedade. A miséria habita regiões imensas. Come-se barro, as epidemias  vão e voltam. A mídia, porém, seleciona as notícias com preciosismo que dê retorno aos investimentos. Os  jornais não estão numa situação agradável. Há falências […]

Read the rest of this entry »

Ler a notícia, desmontar a máscara

  Não estranhe  sua perplexidade. O tempo veloz ensina pouco, cria dubiedades. As pessoas mudam, a política se estraga, a ingenuidade se fragiliza. É incomum um cotidiano sossegado. As tempestades se anunciam e as manhãs já se tornam nubladas. Muitas prisões, ataques ferozes, discursos vazios. Ficamos flutuando  em expectativas medonhas e preventivas. Quem são os […]

Read the rest of this entry »

Você conhece sua história?

    A velocidade manipula notícias, destrocando verdades e  inventando fantasias. A confusão se globaliza. Já se espalha como uma brincadeira que assombra redes sociais. Faz parte do cotidiano. A política, então, se desmonta. Quem quer mesmo mudar, refazer a solidariedade, denunciar os  grupos mafiosos? Há suspeitas imensas e cinismo elaborados com sofisticação. A  quantidade […]

Read the rest of this entry »

A tragédia não é incomum

    Há sempre sensacionalismo no jogo da mídia. Ela gosta de imagens inquietantes. Manipula bem os desejos da sociedade que não cessa de buscar novidades. Muitas notícias atraem e provocam expectativas. Será que o pecado é um produto humano? A natureza está arruinada? A tecnologia é uma dádiva? Quem acredita no compromisso dos governos? […]

Read the rest of this entry »

Julgar: o poder opressor da notícia veloz

  Vivemos contando a nossa vida e falando da vida dos outros. Há inúmeros meios de comunicação. A tecnologia abriu espaço para velocidade. Todos querem novidades. Sentem-se motivados pelas fofocas gerais. Há uma certa perversão em escutar insucessos, em curtir escândalos, em vibrar com tragédias alheias. A generosidade nunca existiu de maneira plena. Somos animais […]

Read the rest of this entry »

O poeta Drummond salva o cotidiano

  Os anos chegam trazendo tradições e expectativas. Todos estavam cansados de 2016. Muito peso nas corrupções, no cinismo político, nas jogadas da mídia. Temos crenças em calendários, cultivamos a ideia de um ano, de vida nova. Faz parte das ilusões dispersas. A violência não se foi, não promete partir. É um ponto marcante da […]

Read the rest of this entry »

Espionar não é novidade, mas incomoda

Há aventuras que parecem perdidas. Conseguimos revê-las em ficções, cheias de malabarismos. No entanto, o escondido tem suas estratégias. Não está no labirinto, sem alternativas e sufocado pela escuridão. Quem não gosta de espiar o outro? Quem não acompanha as conversas secretas dos amigos? As relações não se revelam facilmente. É uma imensa fantasia pensar […]

Read the rest of this entry »

A política das desconfianças e as versões confusas

Vivemos na era das notícias. Elas explodem. Chamam a atenção e atiçam conversas. O problema é saber qual a possibilidade de descobrir as verdades. Será que cabe essa palavra num mundo tão cheio de complexidade? Até  na aplicação da lei não faltam interpretações duplas. Quando se discutem as sentenças surgem desacordos que nos deixam para […]

Read the rest of this entry »

Quem se encosta nos privilégios do poder e da fama?

No mundo das comunicações velozes, as notícias circulam movidas por tecnologias das urgências. Tudo se resume ao sucesso da globalização? A coisa é mais complicada. As curiosidades são muitas. Quem não gosta de saber das novidades? Há, porém, uns escorregões que não devem ser desprezados. As transformações acontecem, mostram-se na impressa e nas redes sociais, […]

Read the rest of this entry »

Entre a verdade e a mentira a notícia se faz

Consumo e comunicação são palavras poderosas. Estamos na aldeia global. Todos se sentem próximos e viajam nas fantasias das máquinas irreverentes. Elas são lançadas com promoções gigantescas. Encontram-se em São Paulo, Teresina, Singapura, Tóquio, Istambul. Correm o mundo como uma tempestade inesperada. Steve Jobs morreu, mas deixou altares. Espera-se que outras invenções surjam, como a […]

Read the rest of this entry »