Posts Tagged ‘poder’

1964: história e memória, verdade e poder

A localização da verdade é, sempre, uma questão instável. A sociedade não vive sem conhecimentos, sem limites, sem estabelecer suas ordens e visualizar suas possibilidades. O jogo político influencia as escolhas. Ele está articulado com as tramas do poder. Não há neutralidade na política. Os compromissos são assumidos e fazem parte da construção da história. […]

Read the rest of this entry »

O poder, a política, o espetáculo, o privilégio

Estamos muito longe de pensar o poder como algo restrito aos domínios dos governantes. Já se foi o tempo de monarcas absolutos, embora as teorias sobre o autoritarismo mereçam leituras. É que as relações sociais mudaram, depois da chegada da modernidade, com o fluir das chamadas revoluções burguesas. Não poderia ser diferente. A industrialização trouxe […]

Read the rest of this entry »

O império capitalista da bola se desmorona?

                                A notícia andou por toda parte. Ricardo Teixeira deixou seu secular cargo na CBF. Cansou ou evaporous-se sua força política? Seguia os caminhos sinuosos de João Havelange que chegou a ser presidente da Fifa. Um reino com muitos ornamentos e negociatas galopantes. Saiu meio atravessado. Sabia que não dava para prosseguir. Havia pressão de […]

Read the rest of this entry »

Os anúncios das tensões contínuas e gerais

As recentes greves mostram que a sociedade está inquieta. É uma questão básica. A imprensa dá grande destaque, criam-se assombrações, o medo se espalha. Mas, muitas vezes, não se toca no cerne da rebeldia. Como funcionam as relações de poder? As análises deixam de lado as desigualdades construídas historicamente. Limita-se ao agora, não se interessa […]

Read the rest of this entry »

Não pense, apenas, no sonho do paraíso (I)

A utopia não é descartável. Ela anima sonhos, nos tira do comum, nos faz pensar o impossível. Querer que tudo seja uma reprodução do real não transforma nada. É um canto da mesmice. Definir o real é um problema, como também buscar o traço definitivo da objetividade. Cada um lança um olhar mundo, muitas vezes, despretensioso. […]

Read the rest of this entry »

As leituras do mundo: a opinião e as redes sociais

Estou criando experiência no chamdo mundo virtual. Não gosto de me chegar às aventuras sem estimular reflexões e derrubar preconceitos. Escrevo no blog, desde 2010, cotidianamente. Um desafio que ensina muita coisa. Contato com pessoas, diálogos com o mundo, percepção mais aguda dos deslocamentos sociais. É importante acompanhar a renovação, não ficar achando que o descartável […]

Read the rest of this entry »

As tecnologias confundem e traçam poderes

A cultura não cessa de conversar com o mundo. Não pense que o sossego  abafará todos os ruídos. Há momentos, porém, silenciosos. Mesmo com a massificação crescente, não vamos visualizar a sociedade com as mesmas cores de sempre. Observe que há uma renovação constante, só não acredito que ela tenha sentido de qualidade. Sei que as […]

Read the rest of this entry »

Lula, o refazer da imagem e a sociedade do espetáculo

As imagens mudam as representações da vida. Elas são poderosas. Confundem, pois têm um grande poder de disfarce. Muito já se falou do simulacro, das diferenças entre a ficção e o real. Há teorias inesgotáveis. Parece que vivemos num mundo que não é nosso. Será  que há uma transcendência que nos envolve de forma invisível? […]

Read the rest of this entry »

Não se assuste com as contradições e os disfarces

As palavras correm atrás dos fatos. Muita coisa acontecendo, nunca de uma maneira linear, provoca surpresas e dificuldades. Há um envelhecimento precoce dos conhecimentos. Especialistas sentem seus saberes desmontados. Surgem novidades que deslocam hierarquias de poder. As escolas não conseguem dar conta do mundo. Ficam assustadas com as perguntas de seus alunos e ou mesmo […]

Read the rest of this entry »

As religões: a salvação, a política, o confronto

A cultura anima saídas para superar as fragilidades da vida. A eternidade é um sonho, sempre lembrado, mas nem a ciência deu garantias para firmá-lo. O mundo cresce, a população é imensa e surgem epidemias inesperadas. As incertezas continuam mostrando as dificuldades. Muitas disputas, políticas individualistas, saberes articulados com interesses capitalistas. A solidão toma conta das […]

Read the rest of this entry »