Posts Tagged ‘Política’

Quem conta a história de Lula?

  A história tem andanças flutuantes. É um espaço múltiplo. Não dá para entendê-la com pensamentos exatos ou análise de complexidades estranhas. Lula está preso, mas não deixa de ter admiradores. Seu nome não sai dos jornais. Há quem o transforme num salvador. No entanto, não esqueça da ambiguidade do mundo do espetáculo. Já vi […]

Read the rest of this entry »

Bolsonaro: o mágico do caos?

Quem despreza a memória pode cair no pântano. Muitos adoram salvações, pois fogem das responsabilidades. A culpa amedronta e a reflexão dói. Na época de eleições  os debates se acendem. Nada de mal, trazem crítica e convivências. Passamos porém por uma situação confusa. Aparecem os sinais de ideais fascistas, populismo e se articulam greves obscuras. […]

Read the rest of this entry »

O perfume da gasolina e os dualismos

  Estamos habituados com o dualismo. Afirmamos verdades ou mentiras, somos do bem ou mal. A história tem registrado religiões que vivem divulgando pecados e salvações, céus e infernos. Os dogmas assumem lugares até na construção do conhecimento acadêmico. Não é possível exercer dúvidas e ampliar críticas? O controle social é sutil. Os computadores espionam […]

Read the rest of this entry »

Marx não desmoronou

Há pensadores que sobrevivem e não são abndonados. Marx é um deles. Consegue manter suas críticas válidas e ser admirado por militantes. As frustrações das revoluções socialistas não o apagaram da  história. É claro que as políticas existem e provocam agressividades. A sociedade está sufocada, procura caminhos, encontra-se cercada por modas intelectuais imensas. O consumo é […]

Read the rest of this entry »

Aécio sem ingenuidades: o vasto mundo

    A situação tornou-se bem incômoda para o PSDB. Será que os peixes grandes estão na rede? Lula foi preso, mas ficou muito coisa no ar. Aécio tem culpas estabelecidas . Gostava do papel de ingênuo. Suas travessuras são antigas. O governo de Minas deixou marcas de muitas suspeitas. Ele queria ser presidente. Armou […]

Read the rest of this entry »

O poder é uma mercadoria?

Lula está preso , cercado de restrições. Fala-se de uma aceleração da lava jato. Fico no meio de incertezas. Observei que desmontaram o PT. Existe um ódio feroz contra o chamado lulismo. O jogo é pesado. Há quem lamente a falta de ousadia de Lula. Queria que ele transformasse tudo numa turbulência violenta  Apostar numa […]

Read the rest of this entry »

Odisseia política:LULA

    Não me espanto com os inesperados da história. Lamento  humanidade não firmar valores , nem investir na solidariedade. O individualismo, a falta de tolerância, a violência atuam durante séculos. Nada parece que, efetivamente, mudou. Não estou falando de tecnologias, redes de comunicação, vacinas contra gripes. Não posso negar que se iluminou mistérios. Mas […]

Read the rest of this entry »

A dança das opiniões: desconfortos

      A sociedade organiza julgamentos. Existem juízes, mas ele se cuida. Possui suas opiniões, não deixa de assimilar certas mudanças. Nessas fases de instabilidade, aparecem as memórias escondidas ou gente que já foi comunista, cristão, liberal e vai seguindo uma dança esquisita. Santifica-se. O oportunismo é algo presente no jogo dos interesses. Aplaudem […]

Read the rest of this entry »

A palavra golpe e o poder

  A política continua buscando cenários repressivos. Deveria ser criado o ministério da insegurança. Todos se habilitam a encontrar planos salvadores, mas terminam justificando cargos e tramando injustiças. Raul conversa com Michel que conversa com Segóvia que faz discurso afirmando a força da polícia federal.  Discursos medíocres de pessoas que cumprem trajetórias nada simpáticas. Mudam […]

Read the rest of this entry »

A violência de cada dia

Falam que a guerra civil se estrutura, aos poucos, e surpreende. Ela produz uma inquietação agressiva. O medo se expande quando os assassinatos acontecem e oferecem um espetáculo nada agradável. Por detrás dela, existem golpes políticos, corrupções programadas, vinganças objetivas.O Rio de Janeiro assusta. Seu cotidiano ganhou sangue covarde, explodiu cofres, intimidou policiais. Não é […]

Read the rest of this entry »