Posts Tagged ‘presente’

Construir as histórias, inventar as culturas, costurar a dignidade

    A memória nos traz o movimento da vida. Pode reforçar nostalgias, desencontrar-se com acontecimentos. Ela é seletiva, não se seduz pela linearidade. Lembra e esquece. Não é simples e ajuda a construir sentimentos. Portanto, não há como pensar  a história sem a companhia da memória. Temos que olhar o fazer, o desmontar,o desconstruir. […]

Read the rest of this entry »

A Grécia: as dores e os encantos das histórias

Quem admite que atravessa a história numa linha reta esquece muita coisa. O progresso é uma ficção, Algumas relações mudaram, conquistas científicas entusiasmam, mas faltam ações para transformar situações precárias e desumanas. É preciso observar o passado, não menosprezar a memória. Houve euforias, porém muitos desacertos aconteceram que mutilaram. Quem não se recorda das sequelas […]

Read the rest of this entry »

O ritmo das urgências, os sons dissonantes

Dizia Aristóteles que o presente é uma passagem. Santo Agostinho não o contrariou. O presente é uma ponte, uma travessia. Não significa que o passado é um tempo morto. O esquecimento está sempre ligado ao movimento das lembranças. Assim, a memória agita seu trabalho, para retomar os vaivéns da vida. Selecionamos acontecimentos, periodizamos e apagamos […]

Read the rest of this entry »