Posts Tagged ‘religião’

O silêncio dos deuses, a apatia dos homens, a salvação ilusória




Quem assistiu ao último filme de Martin Scorsese sentiu que o silêncio pode frustrar e a verdade não é propriedade de uma única cultura. As colonizações foram e são cruéis. Em nome de Deus se procurou firmar crenças e se encontrar paraísos. A multiplicidade do sentimento culpa derruba sonhos. Ela acompanha a história mesmo que […]




Share Read the rest of this entry »

O feitiço desmancha a política?




Certos jantares trazem a fantasia e o desejo de poder. Alimentam o pragmatismo perverso. Num país que vive tantos desafetos, ainda se tem o cinismo de celebrar conspirações. Sinto, às vezes, dificuldade de respirar. Não sei se há bruxarias soltas, inquisições preparadas, congelamento de coragens. Não tenho dúvidas que o abismo é grande. Não registro […]




Share Read the rest of this entry »

A procura da culpa, a tensão das palavras




As tensões políticas são reveladoras. Aparecem com fatos surpreendentes. Ficamos sem saber por onde caminha a sensatez. Não há negar que todos temos uma concepção de mundo. Alguns são ambíguos ao extremo, outros lutam pela transparência. Não vamos querer uma sociedade de iguais em todos os sentidos. Seria a negação da história. No entanto, forma-se […]




Share Read the rest of this entry »

O fascismo está na esquina da rua




    Os historiadores fazem análises globais que enfeitam o passado. Esquecem o agora. Estamos vivendo, o tempo é simultâneo não adianta manter fronteiras. É preciso entender que tudo se toca. Um olhar é expressivo, fala do corpo, nos remete a lembranças. A vida é uma constante interpretação. O cuidado gera tensões, mas o descuido […]




Share Read the rest of this entry »

Francisco cuida do mundo




Numa época em que as dores do mundo estão expostas de forma cruel,  fica difícil acreditar em reviravoltas. Faltam lucidez e compromisso da maior parte das lideranças e correm ondas de apatia. Pescam-se privilégios como diamantes nas águas do apocalipse. O Papa Francisco destoa e se veste com uma ética que as religiões deveriam assumir. […]




Share Read the rest of this entry »

As dores andarilhas do mundo




  Os rituais religiosos continuam marcando os calendários.Mas há uma mistura que confunde. Não são,apenas, orações e conversas com os pecados. A sociedade capitalista possui suas ordens e suas celebrações. O perdão está articulado com o consumo. Os símbolos ganham projeções profanas. Há a ressurreição, mas os presentes são disputados nas liquidações provocadas pela crises […]




Share Read the rest of this entry »

Tensões , salvacionismos, desmontes




A história não pede licença. Nós é que temos que cuidar das controvérsias e dá um jeito de amenizar os desencontros. Não há um enredo  determinado. Vamos construindo, nem sempre escolhemos as arquiteturas mais atraentes. Há momentos de muita confusão, onde os acordos não funcionam e tentam-se soluções imediatas e inseguras. As garantias são precárias, […]




Share Read the rest of this entry »

Francisco e os anúncios de mudanças e de salvação




  A chegada do Papa ao Brasil trouxe uma atmosfera de religiosidade esperada pela Igreja Católica. Talvez, a Igreja proponha-se a anunciar um novo tempo. Conseguiu destaque no noticiário, mas também tensões apareceram. Depois dos movimentos de protesto muita coisa se reformulou na ansiedade política da ordem estabelecida. O imprevisível assusta e provoca medos. Francisco […]




Share Read the rest of this entry »

Feliciano: a sociedade não se descuida das polêmicas




Marco Feliciano tornou-se uma figura cortejada e amaldiçoada. Ficou conhecido em todas as conversas. Para alguns é um profeta do apocalipse, para outros defende a honra da família. As inquietações circulam nas redes sociais. Não falta criatividade: fotos, charges, dizeres, gravuras. Há também o choque das crenças. As religiões disputam espaços, querem ser ouvidas e […]




Share Read the rest of this entry »

Os rituais de cada dia e as celebrações solidárias




As sociedades inventam calendários para organizar o tempo. Cada uma usa símbolos diferentes, recorre à memória de tradições, registra nascimentos de heróis ou define o passar de guerras gloriosas. Não há como se livrar das andanças do tempo. Ele se entrelaça com a morte e com a vida, ditando os ritmos da cultura. Pode morar […]




Share Read the rest of this entry »