Posts Tagged ‘ruídos’

O verbo ocupar, o substantivo ocupação

              As palavras acompanham as andanças da história. Nem sempre é preciso inventá-las ou mudar sua vida nos dicionários. Ninguém consegue comunicar-se anulando os múltiplos significados que possuem. Os sinais e a mudez podem ser compreendidos a partir de seus malabarismos. Deus não fez o mundo. Ele o disse, […]

Read the rest of this entry »

Francisco cuida do mundo

Numa época em que as dores do mundo estão expostas de forma cruel,  fica difícil acreditar em reviravoltas. Faltam lucidez e compromisso da maior parte das lideranças e correm ondas de apatia. Pescam-se privilégios como diamantes nas águas do apocalipse. O Papa Francisco destoa e se veste com uma ética que as religiões deveriam assumir. […]

Read the rest of this entry »

Nas entrelinhas das expectativas e dos sentimentos

A animação preserva seus espaços. Não fica inibida com os desgovernos. Há muita gente se preparando para o chamado ano político. Serão disputas acirradas, com grana circulando e busca de monopólios. Não dá para decifrar o fim de tudo. Podem acontecer reviravoltas, porém as ambições mostram que os impasses trazem um cenário de dificuldade que, […]

Read the rest of this entry »

Os malabarismos da política e as expectativas cotidianas

A conciliação é difícil num mundo múltiplo e confuso. Está tudo repartido e mesmo a massificação  frequente não apaga as polêmicas. Por mais que se promova a homogeneização, sobrevivem reflexões e ansiedades. É sempre importante lembrar que a história é o território do inesperado. Há muitas surpresas que rompem com a monotonia do cotidiano. A […]

Read the rest of this entry »

Não há silêncio definitivo na aldeia global

Bento XVI não desistiu da renúncia. Nem sei se poderia desistir. Há incertezas persistentes na Igreja Católica. Ela precisaria de mudanças radicais, para recuperar a credibilidade perdida. No entanto, o jogo de poder ataca também as religiões. Fazem ruídos, relativizam crenças, disputam lucros. O envolvimento das instiutições com as aventuras do capitalismo é antiga. Não […]

Read the rest of this entry »

Rebeliões e ruídos, poderes e fragilidades

                                                                                                                                           Quem espera o silêncio para adormecer, deitou-se no leito errado. A escuridão garante sossego, não é o esconderijo do dia. O mundo se sacode, desconhece a continuidade e as harmonias. A Tunísia se balançou, quando parecia inabalável. Provocou a sustentação de relações de poder. Desafiou. Nada de transformações repentinas. A história é construção. Os […]

Read the rest of this entry »