Posts Tagged ‘sedução’

O poder faz parte da aventura humana

  Há sempre dúvidas. Muitos desejam o absoluto, mas mergulham em decepções quando fracassam. Não percebem as fragilidades, multiplicam delírios, esquecendo dos limites. Somos seres que não dispensam sonhos. Temos que superar os impasses do cotidiano. Não fugimos das idealizações. No entanto, o infinito é uma criação transcendente, apenas uma forma de levantar os ânimos […]

Read the rest of this entry »

A política: traços e armadilhas da sedução

A dominação social não se faz, apenas, pela coerção. A  violência e a opressão possuem participação ativa nas relações sociais. Os senhores do poder não deixam de recorrer, porém, às astúcias e à força das invenções que correm a história. Não foi a modernidade que trouxe a persuasão política. Ela a sofisticou, mas não esqueçamos […]

Read the rest of this entry »

As Olimpíadas e as acrobacias da aldeia global

Estamos muito próximos, apesar das diferenças. É isso que os meios de comunicação anunciam nas notícias gerais que circulam no cotidiano. Nos tempos de Olimpíadas, o espetáculo garante uma ilusão de sossego e de confraternização singular. Não deixa de ser emocionante, tanta gente disputando jogos, mostrando múltiplas práticas culturais. Gosto de curtir os esportes e […]

Read the rest of this entry »

A Eucopa: travessuras da globalização fantasiada

Não faltam atrações na telinha. Quem perde  espetáculos tão coloridos? Há quase uma obrigação midiática. Quem deseja ficar ausente das conversas? Todos estão atravessados pelas travessuras das comunicações, pelas redes fantásticas de recursos mágicos e sedutoras de bilhões de pessoas. O futebol possui muito fascínio. Movimenta olhares e saberes. O esporte coletivo que forma críticos […]

Read the rest of this entry »

Linguagem e palavras abreviadas: perdas afetivas

Não tenho constrangimento em repetir: a maior invenção da cultura é a conversa. É claro que pode haver contatos sem palavras. Elas garantem, porém, a fluência. Já pensou um narrador sem intimidade com os verbos, com dificuldade de exprimir o vivido? Sente-se, nos tempos atuais, uma falta de paciência para esticar os assuntos. Vivemos cultivando informações. Há […]

Read the rest of this entry »

O céu tem cores, as ruas são das máquinas

  O sol possui, às vezes, um lugar soberano. As águas aparecem menos, depois  de tantos desmantelos. Resistem. O calor não perde, porém, tempo. Nuvens soltas e roupas mínimas. Nessas horas, procuram-se ventiladores e ar-condicionados. Uma obsessão. Muda-se de temperatura. Ninguém suporta expor-se aos brilhos do dia e refugia-se nas cavernas comerciais. O consumo ganha adeptos, quase espontâneos, e comemora seus êxitos. […]

Read the rest of this entry »

A beleza é fundamental e histórica, seduz e mascara

       Vinícius de Moraes disse que a beleza é fundamental. Nada contra o poeta que nem conhecia Angelina Jolie. Saudades de seus versos e da sua disposição para exaltar o amor. Sua atuação inspirada  merece citações constantes. Muitos discordam do seu romantismo ou mesmo dos seus dramas pessoais. Faz parte das escolhas e das objetividades que […]

Read the rest of this entry »