Posts Tagged ‘surpresas’

Octavio Paz: a palavra é nua

  Num país em que o presidente sofre pressões inusitadas, os políticos são denunciados, o cinismo ganha corpo no cotidiano, a negligência assume lugar de destaque ficamos tontos com os sensacionalismos contínuos. As dificuldades financeiras da imprensa tornam os escândalos o cerne do noticiário. Fermenta-se um jogo infernal de poderes malditos. As controvérsias se multiplicam […]






Share Read the rest of this entry »

A busca de saídas e entradas na política

  A imaginação não pode ser descartada. Repetir o passado sem reflexão é melancólico. É preciso, portanto, buscar caminhos, movimentar a história. O Brasil passa por crises contínuas. O governo se encastelou, ameaça, sente-se soberano. A justiça tem vacilos. Não é  sem razão que a perplexidade cria raízes. Muitas passeatas, paralisações, discursos, análises, ocupações. Encontrar […]






Share Read the rest of this entry »

A Copa, a mordida, o suspense, o inesperado

A Copa chegou acelerada. As profecias não conseguiram se aproximar do que está acontecendo. Surgiram manifestações de protestos, houve vaias, continuam as denúncias,  faltam obras, o inacabado testemunha desgoverno, mas a festa ganha corpo. Muitas contas são feitas com relação aos prejuízos futuros, enquanto os jogos se movimentam no reino do inacabado. A Espanha já […]






Share Read the rest of this entry »

Quem não visualiza a paixão, a crença, o sentimento?

A paixão não se extinguiu no famoso reino da razão. Acreditar no que parece fantasia está para além de qualquer sinal de loucura. O raciocínio elaborado atiça, às vezes, impaciência. As multidões fazem apostas ou sacodem suas escolhas para o acaso. Querem o delírio e não cortejam, apenas, o comum. Os exemplos existem no cotidiano. […]






Share Read the rest of this entry »

A descontinuidade tardia e incessante

O espanto do dia contaminou as carências permanentes. Não havia sol, nem  a persistência de animações soltas. Parecia o dia de um falso juízo final escondido numa atmosfera satânica. Os olhos abertas não distinguiam nada, nem compreendiam as cores que pintavam a perplexidade. Cada um caminhava sem desenhar sonhos, nem pesadelos. A vida dialogava com […]






Share Read the rest of this entry »

O território populoso e inquieto do facebook

Na contemporaneidade, é  desafiante observar como as pessoas se comunicam diante das tantas mudanças tecnológicas. O contato mais íntimo ganha distância. As invenções modernas asseguram a construção de uma sociedade de massas. Podemos visualizar multidões em espetáculos. Não precisa de um cantinho, um violão. Os shows comportam fãs e ídolos, lembrando altares e oração. Na […]






Share Read the rest of this entry »

Não estranhe os descompassos da vida

Pensar faz parte da trajetória humana. Esquecemos, às vezes, que a imaginação deve ser acionada. Ela tem intimidade com a sensibilidade e nos ajuda a ver outros mundos. Não adianta organizar um álbum de fotografias, achando que aprisionou a realidade e guardou as lembranças do passado numa imensa e articulada galeria. O real é um dos […]






Share Read the rest of this entry »

Os cenários da política:Dilma e Romário

Pensar a história como uma multiplicidade de cenários me atrai. Somos atores, nem sempre sabemos o texto que vamos interpretar. Há surpresas. Podem nos reservar um drama ou uma comédia, até uma sedutora aventura, com riscos e final feliz. Na sociedade atual, as imagens andam soltas, acompanham nossos caminhos ou nossas noitadas diante das TVs. […]






Share Read the rest of this entry »

O refazer da política, o fluir do desejo

                  Fail Shell, LulzSec, Anonymous são nomes estranhos, porém com eficácia nas travessuras da internet. Fazem ataques aos sites dos governos e das multinacionais, provocando transtornos e revelando sigilos. Surpreendem. Seguem estratégias inteligentes, colocam poderosos na defensiva e agem acompanhando as trilhas da globalização. Causam suspenses. Deixam esquemas de corrupção tensos e ameaçam, sempre, os […]






Share Read the rest of this entry »

A maratona desgasta e tira a arte do futebol

Segue o campeonato pernambucano. Elogios para a presença do público, entusiasmado e mostrando suas paixões pelo futebol. No entanto, é preciso muito líquido para aguentar a sequência de jogos. O intervalo é mímino e o calor ameaça o fôlego. Os times, que se anteciparam na preparação, levam vantagem. Correm os dois tempos, com mais disposição. Acho […]






Share Read the rest of this entry »