Posts Tagged ‘televisão’

As comunicações televisivas e as aventuras cotidianas

As comunicações estreitam laços e criam códigos de convivência. Transformam sociedades quando passam por mudanças rápidas. Deixam tradições sem lugares definidos, desenha sociabilidades renovadoras. Vivemos, numa época, carregada de invenções. As ligações diretas aumentam, esvaziando aqueles conceitos de distância. Eles parecem pertencer aos primórdios da cultura. Não temos tempo de refletir sobre o que faremos […]

Read the rest of this entry »

O território do Big Brother e as ambiguidades gerais

É a polêmica agitando a sociedade. Ele se desloca quando as intimidades são colocadas em questão. Vibra com a TV, mas esquece os infortúnios que marcam a desigualdade social. O BBB da Globo traz a turbulência das fantasias, o olhar curioso, conta com uma audiência que atrai bons patrocinadores. É claro que muita gente não curte as estratégias da emissora […]

Read the rest of this entry »

A tela mágica do cinema continua sedutora

  A morte de Elizabeth Taylor aflora lembranças de uma atriz polêmica, mas com desempenhos marcantes. Fez parte de uma geração que se despede das telas, pelas pressas do tempo ou das circunstâncias da história. Muitos ficaram desconfiados com o futuro do cinema. Pensaram que a televisão assumiria o monopólio das imagens. As curvas do sofá evitariam saídas, […]

Read the rest of this entry »

Consumo, insisto, apareço, esvazio-me

Na minha sala, há uma televisão com 16 anos. Tem  tempo de vida  superior ao do meu filho mais novo. Interessante, pois ele é o principal crítico do eletrodoméstico. Gosto dela. Não ocupa muito espaço e ,discretamente, coloca imagens limpas no pedaço, como diriam os jovens. Sofro pressões, por essa paixão inusitada. Não me empolgo, com novidades tecnológicas. Fico nas […]

Read the rest of this entry »

A vida dos outros e a quebra contínua da intimidade

Fica difícil diferenciar o público do privado. Já foi um tema de grande alcance acadêmico. Lembro-me dos livros de Poulantzas e Gramsci. Lidos, com profundidade, para fermentar os debates. As dúvidas criavam confusões teóricas. Mas houve épocas onde os territórios do público e do privado se apresentavam, com mais visibilidade. Os segredos da vida íntima eram […]

Read the rest of this entry »

A dissimulação comanda o show de cada dia

Aguçar o olhar é preciso. As imagens surgem numa velocidade sem igual. Não dá para ficar preso na verdade, pois pouco sabemos da mentira. O mundo se encheu de acasos, com traços geométricos. Não há lógica, quando o pertencimento é vazio ou inesperado. São as travessias da contemporaneidade que acedem luzes  nas cavernas, espalhando especulações. Tudo é […]

Read the rest of this entry »

O circo não é de lona, a bola perde-se na arena

Nada de discursos de apologia ao passado. Acredito em mudanças, não fico chorando de saudades, porque existem paisagens de concreto soberanas nas formas urbanas. Tenho certas antipatias pela exaltação desmedida do progresso, sobretudo aquele coberto de acumulações e utilitários. Sei que o equilíbrio é uma utopia. A balança sempre se descontrola. Não custa, no entanto, imaginar […]

Read the rest of this entry »