Posts Tagged ‘vaidade’

Albert Camus: o mito de Sísifo, o suicídio, o prédio gradeado

  Trabalho num prédio gradeado. São quinze andares. Fico numa sala confortável. Trata-se de uma instituição educacional, mas se torna, muitas vezes, uma fábrica de vaidades. Usa-se a palavra produção com insistência. Existem planos para futuro com tecnologias de ponta. Porém, as lacunas estão no presente. O prédio gradeado parece uma prisão com certas solturas […]

Read the rest of this entry »

As travessias de Neymar: fabricações da fama

    Neymar traçou um destino. Lançou-se numa aventura promissora.  A grana corre solta. Internacionaliza-se, busca vitrine e paixões globais. Aparecer é a palavra de ordem, mas a vida não é nada linear. Quando ele tropeça se lamenta e torna-se vítima. Não falta quem o julgue um gênio da boa. Não nego que joga muito. […]

Read the rest of this entry »

As angústias dos ídolos perdidos na América

Fez-se a renovação. Um novo técnico, com fala mansa e apoio de Ricardo Teixeira, assumiu. Os resultados não chegam. A Copa  América tem sido um desastre. Pouco futebol, esperanças jogadas no lixo. Os craques não conseguem o sucesso tão projetado. Há lampejos de bons lances, derrota salva por segundos, mas as falhas prevalecem. Dunga havia entregue o […]

Read the rest of this entry »

As travessuras de Neymar: a brincadeira tem limites?

Brincar é humano. Cria, distrai, sensibiliza. Nem todos, porém, suportam certos tons das brincadeiras. Alguns investem, na seriedade, como caminho da aceitação social. Admitem que as gozações revelam comportamentos de vadio. Como dizem, em cada cabeça uma sentença.A vida estende-se por muitos espaços, não vamos comprimi-la em quartos estreitos e úmidos. Na cultura, ordem e transgressão se […]

Read the rest of this entry »