Posts Tagged ‘vida. tempo. ato’

Poema do ato

Não se engane com a lei da gravidade que esquece          a história dos invisíveis e decreta a morte da adivinhação.          Imagine a negritude que vem da luz e da sombra,          revelando e não inventando, encantando e não desprezando,           construindo a ponte adormecida na fantasia do infinito,           libertando a exploração da […]

Read the rest of this entry »