Ulisses, a Sereia, a Cultura

A Sereia narrou as aventuras de Ulisses nas cavernas escuras do oceano.Ulisses as escutou com cuidado e encantamento. Descobriu as formas das palavras, fixou sua identidade, inventou a Culturas. Não houve pecado original. Ulisses desenhou o mundo, localizou o cais da imaginação, sentiu-se o historiador. É travessia da esperteza, da audácia, da rebeldia.E o sonho entendeu que a vida é companheira de uma acaso anônimo.Eis a navegação que nos leva para os significados múltiplos e inacabados. Celebra-se então a vestimenta sedutora e incompleta. O fogo e água firmam as cartografias dos espelhos e a viagem que não tem fim,

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Deixe uma resposta

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>